Beneficiários

Auxílio Brasil vai selecionar mensalmente quem recebe, pelo CadÚnico; Veja como vai funcionar

Primeiro lote do Auxílio Brasil começará a ser pago em 17 de novembro. Cadastro precisa estar sempre atualizado

Com informações do SBT
Com informações do SBT
Publicado em 16/11/2021 às 11:26
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

As famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) serão selecionadas mensalmente pelo Ministério da Cidadania para receber o Auxílio Brasil. O novo programa do governo, que tem como objetivo auxiliar a população de baixa renda, entra em vigor a partir desta quarta-feira (17).

>> Quem tem Bolsa Família precisa se cadastrar no Auxílio Brasil?

>> Auxílio Brasil: sem pagamento para novos beneficiários, governo diz como pretende fazer seleção

CadÚnico

A inscrição no CadÚnico é um dos pré-requisitos para ser contemplado pelo auxílio, mas não representa garantia. Para ser incluída no programa, que será ampliado à medida que o governo obtenha mais recursos, a pessoa precisa estar com todos os dados atualizados no sistema, independentemente das mudanças.

Essa atualização deve ser feita presencialmente, em um Centro de Atendimento de Referência Social (Cras) ou em postos de atendimento do CadÚnico, a cada dois anos. Alguns municípios também oferecem meios eletrônicos para o procedimento.

A partir da confirmação do sistema, dados como endereço, aumento ou diminuição de renda, mudança de escola de filhos crianças ou adolescentes, alterações nos documentos do responsável pelo domicílio, nascimentos ou mortes devem estar sempre atualizados.

Requisitos

Os cadastros podem ser feitos apenas por famílias que recebam, mensalmente, até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550) ou que tenham renda de até três salários mínimos (R$ 3,3 mil), além de pessoas que moram sozinhas ou que vivem em situação de rua.

Mais Lidas