Saúde

Novembro azul: Sintomas, cuidados e recomendações sobre o câncer de próstata são tema de evento do IJCPM; Veja o que foi discutido

Novembro Azul: IJCPM promove atividades de conscientização a respeito do câncer de próstata

Com informações do JC Online
Com informações do JC Online
Publicado em 19/11/2021 às 11:07
Guga Matos/ JC Imagem
FOTO: Guga Matos/ JC Imagem
Leitura:

O câncer de próstata, que tem sido tão discutido nesse Novembro Azul, é um dos tipos de tumor mais comuns no mundo. Atividades de conscientização sobre a doença fizeram parte de dinâmicas educativas realizadas no Instituto JCPM, nessa quinta-feira (18).

No evento, jovens se reuniram para participar do debate Masculinidade e (des)construção de papéis de gênero. O diálogo com jovens, de 16 a 20 anos, teve como objetivo estimular o pensamento crítico e a desconstrução de comportamentos relacionados ao machismo.

Exames gratuitos

Além dessa iniciativa, cerca de 30 pescadores e trabalhadores da construção civil, que atuam na obra dos empresariais RioMar Trade Center 4 e 5, receberam um voucher para realizar o exame PSA (sigla para antígeno prostático específico, que faz parte do rastreio do câncer de próstata), em laboratório privado e custeado pelo IJCPM.

"Conversamos sobre paternidade, sexualidade e prevenção, identidade de gênero, uso de bebidas e drogas, da necessidade de mudar o comportamento diante de cenas de violência e outros temas que precisam ser debatidos para serem compreendidos da melhor forma possível", disse o mediador do encontro, o educador popular Roberto Leandro. Ele foi um dos entrevistados, ontem à tarde, do Consultório do Rádio Livre, da Rádio Jornal.

O programa foi transmitido da sede do IJCPM, no bairro do Pina, Zona Sul da cidade. Também participou da entrevista o médico urologista Dimas Antunes, que tirou as dúvidas dos ouvintes e dos homens que acompanharam o Consultório no auditório do IJCPM.

Masculinidade tóxica

A masculinidade tóxica como barreira para a saúde dos homens foi tema do programa, que derrubou mitos e reforçou o quanto é importante a realização de consultas e exames capazes de detectar precocemente o câncer de próstata.

Apesar dos números alarmantes (65.840 novos casos da doença anualmente no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer), mais da metade deles nunca se consultaram com um urologista.

Sintomas

A doença, em fases iniciais, geralmente não apresenta sintomas e pode ser curada em 90% dos casos. Por isso, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) ressalta, todos os anos, a necessidade de ir ao médico para verificar a saúde da próstata. Ao apresentar sintomas, o câncer já está numa fase mais avançada e pode causar vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina ou no sêmen.

Recomendações

A recomendação é que os homens, a partir de 50 anos, e mesmo sem apresentar sintomas, devam procurar um profissional especializado, para avaliação individualizada tendo como objetivo o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Os homens que integrarem o grupo de risco devem começar seus exames mais precocemente, a partir dos 45 anos.

Após os 75 anos, a recomendação é que somente homens com perspectiva de vida maior do que dez anos façam essa avaliação. O exame de toque retal é um procedimento muito rápido, que dura em torno de 15 segundos. Nesse breve espaço de tempo, já é possível que o médico verifique se há regiões irregulares na próstata, principalmente nódulos e áreas endurecidas.

Mais Lidas