Violência

Militar do exército é preso por torturar filho de 4 anos, com madrasta


Torturas eram realizadas pelo pai e pela madrasta

Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 12/12/2021 às 18:15
Reprodução/SBT
Segundo a conselheira tutelar, menino era colocado constantemente de joelhos sobre o milho e espancado - FOTO: Reprodução/SBT
Leitura:

Com informações do SBT News

Um militar do exército foi preso  em Manaus, no Amazonas, suspeito de torturar o filho, de apenas 4 anos de idade. Conselheiros tutelares encontraram o menino com múltiplas lesões pelo corpo, principalmente nos joelhos e pernas. A criança era espancada pelo pai e pela madrasta.

>> Abrigo de idosos é investigado por homicídios, tortura e maus-tratos em Fortaleza

Torturas

De acordo com Katilene Castro, conselheira tutelar, o menino era colocado constantemente de joelhos sobre o milho e espancado. O casal alegou que as agressões serviam para corrigir o comportamento do garoto.

O pai é militar do exército e tem 45 anos. Ele e a madrasta da criança foram presos, na sexta (10), e podem responder pelo crime de tortura, que, por ser hediondo, não cabe fiança. O menino foi levado para um abrigo, onde aguarda a chegada de uma avó que reside em outro estado.

Outro caso

Foi o segundo caso de violência contra crianças em Manaus, em quatro dias. Na segunda-feira (6), pai e madrasta também foram presos por manter um menino de onze anos acorrentado, porque ele tomava o iogurte das irmãs e fazia xixi na cama.


Mais Lidas