Carnaval 2022

Recife suspende Carnaval em 2022 por causa do avanço da epidemia de gripe H3N2


O Carnaval, neste ano, aconteceria entre 25 de fevereiro e 5 de março

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 05/01/2022 às 18:29
Notícia
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Dois polos próximos ao desfile do Galo da Madrugada acontecem neste sábado (2) - FOTO: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Leitura:

A prefeitura do Recife suspendeu o Carnaval na cidade em 2022, nesta quarta-feira (5). Neste ano, a festa festa estava programada para acontecer entre 25 de fevereiro e 5 de março. Segundo a gestão municipal, além do enfretamento à covid, a decisão foi motivada pela recente epidemia de gripe H3N2. 

"A decisão acontece de forma responsável, pois, a despeito da cidade já apresentar mais de 83% de toda a população acima de 12 anos com esquema vacinal completo em relação à covid-19 e não apresentar um quadro de aumento de casos de infecção em decorrência do novo coronavírus, o Recife enfrenta um crescimento expressivo de casos de gripe e entende, como sempre, que a prioridade deste - e de qualquer momento - sempre será a preservação da saúde e da vida", diz trecho do comunicado divulgado pela prefeitura.

Segundo o órgão municipal, o objetivo da medida é manter os índices estáveis de infecções transmitidas pelo novocoronavírus. Além disso, o aumento no número de casos da Influenza A H3N2 influenciou na decisão. De acordo com a prefeitura, o município registrou um salto de 8 para 138 casos entre os dias 13 e 29 de dezembro, com picos de até 314 casos em um só dia (27 de dezembro).

Olinda e Jaboatão já tinham cancelado o Carnaval

Pelo segundo ano consecutivo, em 2022, o único colorido visto nas ladeiras de Olinda durante o carnaval será o das fachadas dos casarões antigos do Sítio Histórico da cidade. É que, por causa da pandemia do novo coronavírus e da epidemia de gripe que se alastra por Pernambuco, a folia de momo patrocinada pela prefeitura está cancelada. Além de Olinda, a cidade de Jaboatão também anunciou, nesta quarta, o cancelamento das festividades na cidade. 

Medidas de reforço para combater o surto de H3N2

Para conter o surto, a prefeitura anunciou o reforço das equipes, com a inclusão de mais 162 profissionais para a rede básica e o sistema do Atende em Casa. Além disso, o órgão irá reforçar as estratégias de ampliação de pontos de vacinação, abrir 40 leitos para pacientes de srag no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa (HECPI) e a ampliar pontos de testagem para Influenza, incluindo dois pontos fixos, um no Parque Urbano na Macaxeira e outro no Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro.

A partir desta quinta (6), a prefeitura afirmou que irá destinar os 30 leitos de enfermaria do HECPI ao atendimento de pacientes de SRAG. Com a ação, todos os 70 leitos do hospital municipal serão exclusivos para atendimento a doenças respiratórias. Desde segunda, 40 leitos já haviam sido destinados para este fim, sendo 30 de enfermaria e 10 de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Outra medida é um reforço no atendimento no SAMU, que passa a contar com mais uma Unidade de Suporte Básico (USB) e outra Unidade de Suporte Avançado (USA) que, juntas, irão ampliar a capacidade para mais 480 atendimentos mensais à população (Atualmente o SAMU conta com 20 USBs e quatro USAs).

Comentários


Mais Lidas