inspiração

Pernambucana de 32 anos assume cargo de chefe global de grupo automotivo; Conheça a trajetória de Juliana Coelho


Formada em Engenharia Química, a jovem atualmente é responsável pelo sistema de produção da empresa Stellantis, uma fusão entre marcas Fiat, Crhysler, Peugeot e Citroën

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 29/01/2022 às 6:00
Notícia
DIVULGAÇÃO
Juliana Coelho é natural do Recife, mas viveu a maior parte da sua vida em Olinda, na Região Metropolitana - FOTO: DIVULGAÇÃO
Leitura:

A pernambucana Juliana Coelho, de 32 anos, assumiu o cargo global de responsável pelo sistema de produção da empresa Stellantis. A companhia é uma fusão entre marcas Fiat, Crhysler, Peugeot e  Citroën.

Formada em Engenharia Química pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), com pós-graduação em Petróleo e Gás, a líder disse estar animada com o novo desafio, no qual ficará responsável pelo sistema de plantas da empresa.

"A oportunidade veio acompanhada de grandes desafios, mas estou bastante entusiasmada. Posso contar com uma equipe fantástica em uma empresa que possui fábricas que admiro", disse.

>> Leonardo Barbosa, o pernambucano que levou a carne de charque à América do Norte

Cada uma das marcas da montadora desenvolveu sua própria forma de produzir os veículos. O modelo da Stellantis, por sua vez, será construído a partir do que cada uma delas tem de melhor. Juliana, então, comandará este processo. Mas como a pernambucana chegou ao cargo que ocupa no momento?

Trajetória

Após concluir a faculdade, em 2011, a jovem resolveu investir na área de Petróleo e Gás, porque, na ocasião, acreditava que teria mais oportunidades no mercado.

No entanto, a engenheira, que "sempre gostou de carros", viu sua carreira profissional mudar com a chegada do Polo Automotivo de Goiana, antiga Fábrica da Jeep, na Zona da Mata de Pernambuco. 

"Foi um sonho, uma esperança para mim, porque sempre me interessei pela área, mas não tinha esse mercado automotivo aqui [em Pernambuco]", contou. Juliana é natural do Recife, mas residiu em Olinda, na Região Metropolitana, na maior parte de sua vida.

.

Entrar para o time da empresa se tornou, então, o objetivo da jovem, que conseguiu o feito em 2014, como Treinee. Na companhia, a engenheira química começou a atuar na oficina de pintura dos automóveis e em seguida passou a ocupar cargos de chefia no setor, até se tornar responsável pela gerência da oficina. 

Como continuou se destacando, Juliana da pintura, foi para a linha de montagem até que em 2018 foi transferida para Betim (MG), para assumir o cargo de engenheira chefe da manufatura da Fiat Chrysler em toda a América Latina.

Um nova promoção fez com que ela voltasse à Pernambuco. Isso porque a jovem foi escolhida para dirigir toda a fábrica do Polo Automotivo de Goiana. Já no fim do ano passado, a líder foi escalada para ocupar o cargo atual.

Para ela, o segredo para ter conseguido alcançar o sucesso profissional é não desistir de seus sonhos. "É importante que as pessoas saibam onde elas queiram chegar e que não desistam, mesmo diante das dificuldades. Além disso, é preciso inspirar e ser inspirado pelo próximo. Acrescentar na vida das pessoas é importante", finalizou.

 

Comentários


Mais Lidas