FORAGIDO

Lázaro Pernambucano: Suspeito de matar duas jovens se esconde em matas de Pernambuco há 5 dias; Entenda operação e área de buscas


O acusado foi visto pela última vez nessa quinta-feira (3), próximo a residência da mãe, sem camisa e com olhos vermelhos.

Catêrine Costa
Catêrine Costa
Publicado em 04/02/2022 às 12:33
Reprodução/ TV Jornal
O homem, conhecido como 'Lázaro de Pernambuco', é acusado de matar e estuprar duas jovens, em Glória do Goitá - FOTO: Reprodução/ TV Jornal
Leitura:

As buscas para encontrar o homem acusado de estuprar a matar duas jovens no município de Glória do Goitá, Zona da Mata Norte de Pernambuco, entram no quinto dia de trabalho, nesta sexta-feira (4). 

Um Mandado de Prisão Temporária foi expedido pelo Juízo da Comarca da cidade ocorreram os crimes, que também autorizou a divulgação oficial da imagem do procurado que se chama Edson Cândido Ribeiro, 35 anos.

O acusado foi visto pela última vez nessa quinta-feira (3), próximo a residência da mãe, sem camisa e com olhos vermelhos. De acordo com um morador, o homem estaria perto de uma bomba d'água. Outras pessoas da comunidade Sítio Canavieira, Zona Rural de Glória do Goitá, também já viram o acusado, mas correm por medo do suspeito. 

Reprodução/ TV Jornal
Edson Cândido Ribeiro, de 35 anos, está foragido - Reprodução/ TV Jornal

Moradores da ajudam nas buscas 

Além de policiais e cães farejadores, buscas por Edson também contam com a ajuda de moradores da cidade de Glória do Goitá, que estão aterrorizados com o desaparecimento do homem.

Moradores de cidades vizinhas, como Pombos e Vitória de Santo Antão, também ajudam nas buscas. Os populares estão armados com facões

"A caçada vai começar agora. Vim de cidade vizinha para ajudar a comunidade também. Me comovi com a situação e estou aqui até o fim, para o der e vier", afirmou um agricultor que veio da cidade de Chã de Alegria ajudar nas buscas. 

Moradores tentam invadir casa da mãe de suspeito

Na quinta-feira (3), a população de Glória do Goitá tentou invadir a casa da mãe do suspeito com facões. Algumas pessoas ainda quebraram a cerca e a grade da residência. Isso porque um boato dizia que Edson se encontrava escondido no local.

Com os ataques à casa, a mãe do homem chegou a sair da casa com um facão, para afastar os moradores. A equipe de reportagem da TV Jornal, que estava na residência, flagrou o momento.

"Jesus está no meio desse rebuliço e ele não vai deixar as pessoas matarem meu filho, mas a Justiça vai levar ele [preso]."

Lázaro pernambucano 

O homem está sendo chamado de Lázaro pernambucano por estar causando na população o mesmo medo causado por Lázaro Barbosa de Sousa, um serial ganhou notoriedade em junho de 2021, após matar quatro pessoas de uma mesma família no Distrito Federal.

Após os assassinatos, Lázaro foi perseguido pela polícia por 20 dias, período que praticou uma onda de assaltos em chácaras em buscar de fugir da prisão.

Em 28 de julho de 2021, o criminoso foi encontrado na casa da ex-sogra. Após a captura pelos policiais, Lázaro morreu numa troca de tiros, no município de Águas Lindas de Goiás.

 

As vítimas 

Edson Cândido Ribeiro é suspeito de estuprar e matar Kauany Maiara Marques da Silva, de 18 anos. A jovem estava desaparecida desde o último sábado (29) e teve corpo encontrado em uma manilha dentro do canal que corta a comunidade de Capuchinho, em Glória de Goitá, na Mata Norte de Pernambuco, na terça-feira (1°).

Reprodução: TV Jornal.
Kauanny foi encontrada morta na cidade de Glória do Goitá. - Reprodução: TV Jornal.

Além de Kauany, o homem é suspeito de ter estuprado e assassinado Jailma Muniz da Silva, de 19 anos, em 31 de janeiro.

Reprodução / TV Jornal
Ela teria sido morta enquanto estava indo levar comida para mãe. - Reprodução / TV Jornal

Reprodução/ TV Jornal
Edson Cândido Ribeiro, de 35 anos, está foragido - FOTO:Reprodução/ TV Jornal
Reprodução: TV Jornal.
Kauanny foi encontrada morta na cidade de Glória do Goitá. - FOTO:Reprodução: TV Jornal.
Reprodução / TV Jornal
Ela teria sido morta enquanto estava indo levar comida para mãe. - FOTO:Reprodução / TV Jornal

Mais Lidas