Benefício

AUXÍLIO BRASIL: quem pode receber a parcela de R$ 1.000 do Auxílio Brasil? Confira calendário do Bolsa Família 2022

Parcela extra de R$ 1.000 é paga para famílias em condições específicas

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 28/04/2022 às 21:29
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Veja como receber parcelas extras do Auxílio Brasil e confira o calendário Bolsa Família - FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

O pagamento do Auxílio Brasil vem sendo efetuado, neste mês de abril, desde o último dia 14 e se encerra nesta sexta-feira (29). Com pagamentos extras, o benefício pode chegar até R$ 1000. 

Descubra se irá receber a parcela extra de R$ 1.000 e veja o calendário Bolsa Família.

.

Auxílio Brasil; Bolsa Família

O Auxílio Brasil foi criado para substituir o antigo programa Bolsa Família.

É possível se cadastrar no Auxílio Brasil pela internet, mas antes a família precisa se enquadrar em alguma das seguintes categorias:

  • Famílias em situação de extrema pobreza (Renda mensal por pessoa de até R$ 105);
  • Famílias em situação de pobreza (Renda mensal por pessoa de até R$ 210);
  • Famílias em regra de emancipação.

Pagamento do Auxílio Brasil 

O pagamento do Auxílio Brasil está sendo feito desde o dia 14 de abril.

O valor do Auxílio Brasil foi fixado em parcelas mínimas de R$ 400.

Mas existem parcelas extras que podem ser adicionadas para aumentar o Auxílio Brasil, incluindo a parcela extra de R$ 1.000.

Clique aqui para conferir se irá receber alguma.

Auxílio Brasil de R$ 1.000

A parcela extra de R$ 1.000 é paga às famílias que possuem filhos estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas ou em jogos escolares.

O valor referente às competições acadêmicas é pago com o objetivo de incentivar os estudantes a se dedicarem aos estudos e a desenvolverem potencialidades na ciência.

Vale ressaltar que também serão liberadas 12 parcelas de R$ 100.

Os recursos fazem parte da Bolsa de Iniciação Científica Júnior, um dos benefícios inclusos no Auxílio Brasil.

Somando as parcelas, o aluno recebe um total de R$ 2.200 no fim do ano.

Confira as competições que dão acesso ao valor extra:

  • IX Olimpíada Brasileira de Neurociências – OBN
  • IV Olimpíada Brasileira de Cartografia: Ciência e Arte – OBRAC
  • Olimpíada Brasileira de Robótica 2021 – OBR
  • 5ª Olimpíada Nacional de Aplicativos – ONDA
  • Olimpíada Brasileira de Soluções Sustentáveis para Água e Energia – OBSSAE
  • 3ª Olimpíada Científica Nacional sobre Oceanos e Ambientes Polares and 3rd Hackathon for new technologies for Marine and Polar research
  • Olimpíada Brasileira de Matemática – OBM
  • IPhCO - Olimpíada Internacional de Física e Cultura - FASE NACIONAL
  • 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica OBA
  • 10ª Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas – OBFEP
  • 11ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária – OBAP
  • Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais – OMIF
  • Olimpíada Brasileira de Informática 2021 – OBI
  • Programa Nacional Olimpíadas de Química – OBQ
  • XVII Olimpíada Brasileira de Biologia – OBB.

Já os estudantes de 12 a 17 anos que se destacarem em jogos escolares também podem receber uma parcela única de R$ 1.000, seguida de 12 parcelas mensais de R$ 100.

Esse extra faz parte do Auxílio Esporte Escolar.

Para receber, a família precisa estar inscrita no Auxílio Brasil, e o aluno precisa ficar, no máximo, na terceira colocação nas modalidades individuais ou coletivas disputadas.

As competições precisam ser promovidas:

  • pelos Governos estaduais;
  • pelas federações estaduais de desporto escolar;
  • pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar;
  • pelo Comitê Olímpico Brasileiro; ou
  • pelo Comitê Paralímpico Brasileiro. 

Calendário Bolsa Família; Calendário Auxílio Brasil

Foto: Divulgação
Calendário Auxílio Brasil - Foto: Divulgação

Foto: Divulgação
Calendário Auxílio Brasil - FOTO:Foto: Divulgação

Mais Lidas