LUTO

Morre padre Reginaldo Veloso, ex-pároco do Morro da Conceição, aos 84 anos

Padre Reginaldo estava internado há um mês para tratar de um câncer na bexiga

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 20/05/2022 às 8:40 | Atualizado em 20/05/2022 às 8:47
REPRODUÇÃO/TV UNIVERSITÁRIA RECIFE
Padre Reginaldo Veloso foi pároco do Morro da Conceição - FOTO: REPRODUÇÃO/TV UNIVERSITÁRIA RECIFE
Leitura:

Morreu, aos 84 anos, o padre Reginaldo Veloso, ex-pároco do Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife. O religioso faleceu por volta das 23h dessa quinta-feira (19).

Reginaldo Veloso estava internado há um mês em um hospital particular na área central do Recife para tratar de um câncer na bexiga.

De acordo com a esposa do religioso, ele não resitiu ao tratamento contra o tumor. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do padre Reginaldo Veloso.

TRAJETÓRIA DO PADRE REGINALDO VELOSO

Nascido em 3 de agosto de 1937 no município de São José da Lage, no estado de Alagoas, Reginaldo era filho de um pequeno comerciante e uma doméstica.

No ano de 1951 se mudou o Recife, onde fez o curso ginasial científico e estudou filosofia. Em 1958 foi para Roma, onde estudou Teologia e História da Igreja. Foi ordenado padre, em Roma, em 1961.

Entre 1978 e 1989, o padre Reginaldo Veloso conduziu a paróquia de Nossa Senhora da Conceição, tendo sido nomeado por Dom Helder Câmara.

No Morro, ele desenvolveu um trabalho comunitário, voltado para construção de uma Igreja democrática, participativa e de empoderamento do povo em busca dos seus direitos.

Padre Reginaldo Veloso, foi um dos fundadores do Instituto Teológico do Recife (Iter) e um dos braços direitos de Dom Helder Câmara.

Recentemente, o padre Reginaldo Veloso recebeu o título de cidadão de Pernambuco, estado onde viveu a maior parte dos seus 84 anos.

Em entrevista recente ao JC, o padre Reginaldo Veloso falou sobre o seu ministério na Igreja Católica.

De Norte a Sul do país, o padre era chamado para prestar assessoria no campo da liturgia, da música litúrgica e também de movimentos de evangelização

"Graças a Deus eu continuo exercendo o ministério que há 60 anos me foi confiado pela Igreja quando me ordenou presbítero. Continuo exercendo, acompanhando pequenas comunidades, prestando assessoria a movimentos, a dioceses, a congregações religiosas", disse ele.

O religioso também contou sobre sua devoção à Nossa Senhora. "A minha devoção é para a mãe de Jesus, tenha ela o título que for. É uma dimensão importante da minha fé cristã. Porque Maria, sobretudo na teologia do terceiro evangelista, São Lucas, ela é um ícone para Igreja", afirmou.

Josiane Holz/Divulgação
Padre Reginaldo Veloso foi pároco do Morro da Conceição - FOTO:Josiane Holz/Divulgação

Mais Lidas