PISO SALARIAL DOS ENFERMEIROS

PEC ENFERMAGEM HOJE: Novo piso salarial dos enfermeiros pode entrar na conta em julho? Entenda

Novo piso salarial de enfermeiros aprovado pelos deputados e senadores eleva salário para, no mínimo, R$ 4.750; Veja quando novo valor chega no bolso dos trabalhadores

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 02/06/2022 às 10:17 | Atualizado em 02/06/2022 às 11:18
Notícia
Sasin Tipchai/Pixabay
Prefeitura abre concurso com vagas para profissionais da área de saúde - FOTO: Sasin Tipchai/Pixabay

Mais um capítulo da novela que se tornou o processo de criação do piso salarial para enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem e parteiras. Nesta quinta-feira (2), o Senado começa a votar uma PEC sobre o assunto. 

  • TEMPO REAL: clique aqui e acompanhe a votação do piso da enfermagem minuto a minuto

Em resumo, o objetivo da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) é dar garantia jurídica ao novo piso salarial, modificando a Constituição para que se permita que uma lei federal autorize os novos valores. 

MAS O SALÁRIO VEM COM O NOVO PISO QUANDO?

Sempre que uma nova notícia sobre o processo burocrático de autorização do piso salarial para enfermeiros vem à tona, os trabalhadores da categoria se perguntam: "Quando vou ver a cor desse dinheiro? No próximo mês?".

Infelizmente, neste caso, as notícias não são tão animadoras. É que, neste momento, há um grande impasse sobre a efetivação do novo piso salarial: "De onde vai sair o dinheiro para fazer os pagamentos?".

Ao criarem o projeto e definirem os valores, os deputados e senadores não indicaram qual a fonte de recursos para que prefeituras, estados e a federação paguem os trabalhadores. 

.

O problema não é se o país tem dinheiro para fazer o pagamento, mas, sim, de qual cofre ele vai sair. 

O deputado Célio Studart (PSD-CE) sugeriu que o dinheiro saia dos recursos vindos da exploração do petróleo no país, os royalties. Mas esse projeto precisa ser aprovado por comissões na Câmara e depois pelo Senado. 

Só depois que um projeto indicar de onde a verba vai sair é que o projeto será levado ao presidente da República, que também não tem prazo para sancionar a nova lei. 

Ou seja, ainda vai demorar para que os enfermeiros possam ter seus salários turbinados. 

Comentários