EXCLUSIVO

Todos Com a Nota: Paulo Câmara repassa quantia milionária à Federação Pernambucana de Futebol

Programa volta depois de sete anos, em momento eleitoral decisivo para o PSB

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 19/07/2022 às 12:52
JC Imagem
Torcedores de Náutico, Santa Cruz e Sport poderão trocar nota fiscal por ingressos através do programa Todos com a Nota - FOTO: JC Imagem
Leitura:

O Governo do Estado deu início ao processo de contratação, sem licitação, da Federação Pernambucana de Futebol. O intuito é a volta do Programa Todos Com a Nota, numa nova versão.

O objeto é: "execução das atividades da Campanha Todos Com a Nota no que se refere aos repasses, aos clubes esportivos, dos valores correspondentes aos ingressos efetivamente trocados e as atividades relacionadas ao cadastro de interessados, à reserva e troca de ingressos dos eventos esportivos".

A Secretaria de Administração de Pernambuco está ratificando uma inexigibilidade, contratação sem licitação, com a entidade esportiva pernambucana.

Segundo o processo oficial de contratação, a Federação Pernambucana de Futebol, que é uma entidade privada sem ligação com o Governo, receberá até R$ 8.777.947,50 (oito milhões setecentos e setenta e sete mil novecentos e quarenta e sete reais e cinquenta centavos) pelo novo contrato do Todos Com a Nota.

A nova versão do Todos Com a Nota, segundo o processo oficial, só está garantido até 31 de dezembro de 2022.

A autorização para a contratação foi assinada, sem alarde, em 18 de julho pelo Governo do Estado. Não há previsão oficial, até agora, do programa ir além deste ano eleitoral, segundo o processo oficial de contratação.

Divulgação/
REFORÇO Volta do benefício foi debatida em maio, quando presidentes dos clubes se reuniram com o governador - Divulgação/

No início de 2022, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, anunciou que era pré-candidato a deputado federal.

O programa Todos Com a Nota foi uma criação do ex-governador Eduardo Campos (PSB), mas foi suspenso por Paulo Câmara (PSB) em 2015. Agora, será retomado no oitavo ano de Paulo Câmara como governador.

Divulgação/
REFORÇO Volta do benefício foi debatida em maio, quando presidentes dos clubes se reuniram com o governador - FOTO:Divulgação/

Mais Lidas