INVESTIGAÇÃO

Após diretor da Caixa ser encontrado morto dentro do banco, polícia revela o que pode ter acontecido

Vale lembrar que o diretor era responsável por setor que recebeu denúncias de assédio contra o ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 20/07/2022 às 8:56
Notícia
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Prédio da Caixa Econômica Federal em Brasília - FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) está investigando o caso do diretor da Caixa Econômica Federal (CEF) Sérgio Ricardo Faustino Batista, que foi encontrado morto na sede do banco em Brasília, na noite da terça-feira (19).

Vale lembrar que o diretor de 54 anos era responsável pela Dietoria de Controles Internos e Integridade da Caixa (DECOI), que recebeu denúncias de assédio contra o ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães.

Guimarães renunciou ao cargo após a Caixa admitir a existência das denúncias de assédio, feitas em maio, mas o diretor Sérgio permaneceu na mesma posição.

O QUE ACONTECEU COM O DIRETOR DA CAIXA?

Segundo a PCDF, "o caso segue em apuração, preliminarmente tipificado como suicídio, em razão da vítima ter sido encontrada já sem vida no lado externo do prédio sede da Caixa Econômica Federal".

Ainda de acordo com as autoridades policiais, o corpo do executivo foi achado ao lado no edifício-sede da instituição por vigilantes de plantão na noite da terça-feira (19).

A PCDF disse também que "por política de comunicação institucional, a PCDF somente informa os dados básicos quando da ocorrência desse tipo de fato. A 5ª Delegacia de Polícia investiga o caso".

Em nota, a Caixa manifestou "profundo pesar pelo falecimento do empregado Sérgio Ricardo Faustino Batista", e disse que colabora com as investigações.

"Nossos sinceros sentimentos aos amigos e familiares, aos quais estamos prestando total apoio e acolhimento. O banco contribui com as apurações para confirmar as causas do ocorrido", diz o texto.

Comentários

Mais Lidas