PAGAMENTO

AUXÍLIO CAMINHONEIROS de R$ 2 mil é aprovado; veja calendário de pagamento do benefício

Primeira parcela do Auxílio Caminhoneiro será de R$ 2 mil

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 25/07/2022 às 13:21
Notícia
Reprodução
Auxílio Caminhoneiro; Data pagamento Auxílio Caminhoneiro - FOTO: Reprodução
Leitura:

O governo definiu as datas para o pagamento do Auxílio Caminhoneiro de R$ 2 mil para os motoristas de caminhão. A estimativa da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) é de que mais de 870 mil caminhoneiros serão beneficiados com o auxílio.

.

Segundo informou o Ministério do Trabalho e Previdência nesta segunda-feira (25), as duas parcelas de R$ 1 mil, a serem pagas juntas em 9 de agosto, é referente ao benefício de julho e agosto.

O Auxílio Caminhoneiro será pago até dezembro deste ano.

>> AUXÍLIO BRASIL DE AGOSTO SERÁ DE R$ 720? Clique aqui e saiba quem vai receber parcela com Vale Gás no próximo mês

Calendário de pagamentos do Auxílio Caminhoneiro

Confira as datas de pagamento das parcelas do Auxílio Caminhoneiro:

PARCELA DATA DE PAGAMENTO
9 de agosto
9 de agosto
24 de setembro
22 de outubro
26 de novembro
17 de dezembro

AUXÍLIO CAMINHONEIRO; PAGAMENTO AUXÍLIO CAMINHONEIRO; AUXÍLIO CAMINHONEIRO 2022

O Auxílio Caminhoneiro faz parte da chamada PEC Kamikaze, aprovada pelo Congresso no último dia 14 de julho.

Além do benefício para os caminhoneiros, a emenda aprovou o aumento do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, que já começa a valer em agosto e ampliou o valor do Vale Gás para R$ 120.

COMO RECEBER O AUXÍLIO CAMINHONEIRO? QUEM PODE RECEBER O AUXÍLIO CAMINHONEIRO?

Os valores do Auxílio Caminhoneiros serão pagos para os trabalhadores autônomos de cargas cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) até 31 de maio de 2022. Os profissionais que possuem MEI Caminhoneiro também estão incluído no beneficio, respeitando a data limite.

O governo ainda não divulgou como será feito o repasse das verbas para os trabalhadores, mas uma portaria deve ser publicada para regulamentar o benefício.

O profissional a ser beneficiado deve estar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e CPF válidos. Fora isso, não há outras obrigatoriedades para os beneficiários, como comprovação da compra de óleo diesel, para ter direito ao auxílio.

A parcela do auxílio é fixada em R$ 1 mil, ou seja, independentemente se o beneficiário tenha um ou mais veículos, ele receberá o mesmo valor.

O Governo ainda não disponibilizou o sistema para consulta para o profissional saber se terá direito ou não ao benefício.

Comentários

Mais Lidas