Isaquias Queiroz, atleta brasileiro com maior número de medalhas em uma edição de Olimpíada; veja horários das provas e onde assistir a canoagem

Canoísta baiano, de 27 anos, conquistou nos Jogos Olímpicos do Rio três medalhas: duas de prata e uma de bronze. E, em Tóquio, faturou a medalha de ouro

CANOAGEM
Isaquias Queiroz, atleta brasileiro com maior número de medalhas em uma edição de Olimpíada; veja horários das provas e onde assistir a canoagem

Isaquias Queiroz conquistou duas medalhas de prata e uma de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio - Foto: divulgação / COB

Rádio Jornal | Atualizada em 07.08.21, às 00h06

Natural da cidade de Ubaitaba, na Bahia, o canoísta brasileiro Isaquias Queiroz é uma das principais esperanças do Brasil conquistar mais medalhas nas Olimpíadas de Tóquio. O baiano, de 27 anos, é o atleta brasileiro com maior número de medalhas em uma única edição de Jogos Olímpicos, façanha que conseguiu no Rio 2016, faturando duas medalhas de prata [Canoa Individual (C1) 1.000m e no Canoa de Dupla (C2) 1.000m, com Erlon de Sousa Silva] e uma de bronze [Bronze na Canoa Individual (C1) 200m].

Agora, em Tóquio, conquistou a tão sonhada medalha de ouro olímpica. O baiano que já é o atual campeão mundial na prova do C1 1000m - competição disputada em 2019 - também é o atual campeão olímpico da modalidade.

Isaquias Queiroz conquistou três medalhas nos Jogos do Rio, em 2016
Isaquias Queiroz conquistou três medalhas nos Jogos do Rio, em 2016
divulgação / COB

 

Como o parceiro de Isaquias nos Jogos do Rio, Erlon Souza, machucou o quadril esquerdo e não conseguiu se recuperar a tempo, ele só teve quatro meses para treinar com a nova dupla.

 

 

 

Quartas de final do C1 1000m

Uma bateria perfeita. O canoísta brasileiro Isaquias Queiroz atropelou os seus adversários nas quartas de final, terminou a prova com o tempo de 3:59.894 e se classificou direto para as semifinais do C1 1000m masculino. Além do baiano, o chinês Hao Liu também se classificou para a próxima fase na bateria 2.

>> Isaquias Queiroz confirma favoritismo, avança à final do C1 1000m e vai disputar medalha na canoagem velocidade

 

Semifinal do C1 1000m

Confirmando o favoritismo de sua bateria, o canoísta brasileiro Isaquias Queiroz conseguiu se classificar para a final do C1 1000m e vai brigar por uma medalha na canoagem velocidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O baiano, de 27 anos, terminou a prova na primeira colocação, liderando de ponta a ponta, e terminou com o tempo de 4m05s579.

 

Isaquias Queiroz conquistou três medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio-2016
Isaquias Queiroz conquistou três medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio-2016
Gaspar Nóbrega / COB

Final do C1 1000m

É ouro para o Brasil! Atual campeão Mundial do C1 1000m na canoagem velocidade, o brasileiro Isaquias Queiroz também se transformou no atual campeão olímpico da modalidade. Com uma campanha de impressionar desde às quartas de final, passando pela semifinal e se concretizando na final, o canoísta baiano mostrou o porquê chegou na Olimpíada de Tóquio como o favorito ao ouro e venceu a bateria decisiva com o tempo de 4m04s408.

"Eu estou meio aéreo ainda. É diferente a medalha de ouro. Estou muito feliz. Mais feliz ainda por deixar vocês do Brasil felizes com essa medalha (de ouro). Como prometi, fui atrás dela", festejou Isaquias Queiroz, em entrevista ao canal Sportv. "Feliz por deixar a minha família, o meu filho, felizes e vendo a história acontecer. Eu queria demais isso e vim atrás", complementou o brasileiro.

Isaquias Queiroz conquistou duas medalhas de prata e uma de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio e, agora, o ouro nos Jogos de Pequim
Isaquias Queiroz conquistou duas medalhas de prata e uma de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio e, agora, o ouro nos Jogos de Pequim
Miriam Jeske / COB

QUADRO DE MEDALHAS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.