Debate da Super Manhã

Pandemia e Eventos


jc
jc
Publicado em 20/01/2022 às 18:28
Notícia
Rádio Jornal
Debate da Super Manha - CORRETO - FOTO: Rádio Jornal
Leitura:

Debate da Super Manhã: O setor de eventos foi um dos primeiros a sofrer os impactos da pandemia da covid-19. A cadeia produtiva, que responde por cerca de 4% do PIB brasileiro, teve em torno de 97% das empresas com o faturamento fortemente prejudicado pela crise sanitária, segundo estimativas da Associação Brasileira de Promotores de Eventos. O avanço da vacinação acendeu a esperança de retomada das atividades e recuperação econômica para empresários e profissionais. Mas o surgimento da variante Ômicron do coronavírus tem ameaçado essa expectativa. No debate desta quinta-feira, o comunicador Wagner Gomes conversa com os convidados sobre as perspectivas para quem vive de eventos em Pernambuco, diante do cenário atual. Participaram do programa o presidente da Assossiação Brasileira dos Promotores de Eventos em Pernambuco (ABRAP/PE), Waldner Bernardo, o vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Eventos em Pernambuco (ABEOC/PE) e presidente do Comitê de Comunicação da Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina (COCAL), Bruno Hebert, além da líder do Comitê da União dos Profissionais de Eventos de Pernambuco pelos Eventos Sociais, Fabiana Santos.