Armas e violência


jc
jc
Publicado em 28/02/2022 às 12:28
Notícia
Leitura:

Debate da Super Manhã: Apesar de a sensação de insegurança não ter abandonado os brasileiros, dados apontam que o número de assassinatos caiu 7% no país, no ano passado, com cerca de quarenta e uma mil mortes violentas. Foi o menor quantitativo desde 2007, ano em que o Fórum Brasileiro de Segurança Pública passou a coletar as informações. Em Pernambuco, a queda foi de 10%. Mesmo assim, o estado continuou ocupando o terceiro lugar nacional em registro de homicídios, com 3.370 mortes violentas. O levantamento é do Monitor da Violência, mantido pelo G1, com base em dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. No debate desta segunda-feira, o comunicador Wagner Gomes conversa com especialistas sobre os fatores que podem ter influenciado para esses resultados, analisando o cenário da segurança pública. Participam do debate o Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire, o Coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo, ex-secretário nacional de segurança, ex-consultor do Banco Mundial e professor do Centro de Altos Estudos de Segurança da Polícia Militar, José Vicente da Silva Filho, e o Doutor em Sociologia, professor e pesquisador do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco, além de coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Públicas de Segurança da U-F-P-E (NEPS/UFPE), José Luiz Ratton.