Reajuste Salarial

Percentual de reajuste dos professores pode parar nos tribunais


jc
jc
Publicado em 28/01/2022 às 17:14
Notícia
Artes JC
Marca do 'Passando a Limpo' da Rádio Jornal - FOTO: Artes JC
Leitura:

Passando a Limpo: Nesta sexta-feira (28), Geraldo Freire e a bancada do Passando a Limpo conversam com o ex-secretário de Educação de Pernambuco e ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Mozart Neves. O professor fala sobre o reajuste de 33,24% para os professores, anunciado pelo governo federal. Neves afirma que no Ministério da Educação o acréscimo discutido para a categoria era de 7,35%. O professor destaca que não há um atendimento sobre quem paga - se união, estados ou municípios. Por isso, ele prevê que o tema seja discutido nos tribunais, com embates fiscais e jurídicos. O secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, afirma que o governo do Estado está fazendo as contas para decidir sobre o reajuste dos professores e lembra que todas as categorias querem e precisam de reajuste salarial. Quanto ao congelamento do ICMS nos combustíveis, estendido por mais dois meses pelos estados - e entre eles Pernambuco - o secretário afirma que o período é necessário para que o Congresso Nacional decida se aprova o Fundo de equalização de preços ou se revisa a política do preço de paridade de importação.