MOVIMENTO

Psicologia em Movimento: ansiedade, medo e pânico.


O psicólogo Sylvio Ferreira falou sobre o tema no programa Movimento Cultural

Lucas Rocha
Lucas Rocha
Publicado em 19/03/2020 às 21:09
Reprodução/Internet
FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Em tempos de guerra, como aconteceu à época das duas grandes guerras mundiais, ou em situações de catástrofes econômicas, como a ocorrida com a "Quebra da Bolsa de Nova York", em 1929, ou de situações endêmicas, epidêmicas ou pandêmicas, como aconteceu com a chamada "Peste Negra", na Idade Média, ou ainda a "Gripe Espanhola", na primeira metade do século passado, é inteiramente comum que a vida emocional das pessoas e das populações fuja aos padrões habituais de comportamentos, haja vista elas terem que lidar com situações ou experiências de vida que lhes escapam ao entendimento existente e, ainda por cima, essas situações se revelam graves ameaças à própria vida.

São nessas ocasiões que a ansiedade atinge picos enormes, o medo adquire proporções alarmantes, e o pânico se torna um padrão comum de comportamento, diante de situações tidas ou experimentadas ou imaginadas como inusuais: ou fora do comum, em linguagem mais popular. É sobre esses sentimentos, vividos em situações excepcionais, como a que estamos vivendo com a pandemia do coronavírus, que tomou conta do mundo, que o apresentador Marcelo Araújo conversou com o psicólogo Sylvio Ferreira, na coluna Psicologia em Movimento.

Ouça a coluna na íntegra:


Mais Lidas