Psicologia em Movimento: como lidar com o sofrimento, a dor e o adoecimento em tempos de pandemia?

O colunista Sylvio Ferreira falou sobre o tema no programa Movimento Cultural

MOVIMENTO
Psicologia em Movimento: como lidar com o sofrimento, a dor e o adoecimento em tempos de pandemia?

Coluna Psicologia em Movimento - Foto: Reprodução/Internet

Em tempos de pandemia, de quarentena, isolamento social, e de lockdown, o que mais sentimos falta é da presença e do convívio com os amigos e com as pessoas que nos são significativas, para além das relações familiares ou de parentesco. Queremos ser por essas pessoas abraçados, ouvir suas vozes, observar os seus sorrisos, acompanhar os seus gestos e movimentos.

O nosso desejo é o de interagir, socializar e celebrar a vida mediante os laços sociais e afetivos firmados no calor da casualidade de um encontro em qualquer espaço onde a vida se move e nos fazemos presentes. Infelizmente, a pandemia tomou de assalto as nossas vidas, ao colocar o mundo de ponta-cabeça e ao convulsionar os nossos hábitos, ao nos colocar diante da angústia real da morte e da angústia real da perda; de pessoas próximas, muito próximas, carne do mesmo sangue, conhecidas, desconhecidas, célebres e anônimas. O que só faz aumentar a nossa tristeza e a nossa dor.

Sobre como lidar com o sofrimento, a dor e o adoecimento em tempos de pandemia, o apresentador Marcelo Araújo conversou com o psicólogo Sylvio Ferreira no Movimento Cultural.

Ouça a coluna na íntegra

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.