Notícia | POLÍCIA CIVIL

Operação policial investiga desvio de verbas na Prefeitura de Panelas


Ação foi intitulada Operação Profissão Perigo. São cumpridos 12 mandados judiciais contra suspeitos de desvio de verbas

Publicado em 17/02/2017, às 07:49

Rádio Jornal
Foto ilustrativa: reprodução/internet


A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) realizou na manhã desta sexta-feira (17) a Operação “Profissão Perigo”, que pretende prender suspeitos envolvidos em um esquema de desvio de verbas na Prefeitura de Panelas, no Agreste do Estado. Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e oito de busca e apreensão domiciliar. 

Participaram da operação 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. O resultado parcial foi divulgado na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. De acordo com a PCPE, as investigações tiveram início após as denúncias do ex-prefeito da cidade. A quadrilha em questão era formada por empresários e por um funcionário público.

Sentenças


Os suspeitos foram autuados pelos crimes de peculato e associação criminosas ainda na Delegacia de Panelas. Com eles, a PCPE apreendeu uma arma e vários documentos. A polícia acredita que cerca de R$ 1 milhão tenha sido desviado dos cofres públicos. A quadrilha deve ser encaminhada ao Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel) ainda nesta sexta-feira.

Ouça a reportagem de Juliana Oliveira:

Recomendados para você

Comentários

Notícia

Operação policial investiga desvio de verbas na Prefeitura de Panelas



Publicado em 17/02/2017, às 07:49


Rádio Jornal
Foto ilustrativa: reprodução/internet


A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) realizou na manhã desta sexta-feira (17) a Operação “Profissão Perigo”, que pretende prender suspeitos envolvidos em um esquema de desvio de verbas na Prefeitura de Panelas, no Agreste do Estado. Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e oito de busca e apreensão domiciliar. 

Participaram da operação 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. O resultado parcial foi divulgado na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. De acordo com a PCPE, as investigações tiveram início após as denúncias do ex-prefeito da cidade. A quadrilha em questão era formada por empresários e por um funcionário público.

Sentenças


Os suspeitos foram autuados pelos crimes de peculato e associação criminosas ainda na Delegacia de Panelas. Com eles, a PCPE apreendeu uma arma e vários documentos. A polícia acredita que cerca de R$ 1 milhão tenha sido desviado dos cofres públicos. A quadrilha deve ser encaminhada ao Centro de Triagem de Abreu e Lima (Cotel) ainda nesta sexta-feira.

Ouça a reportagem de Juliana Oliveira:

[uolmais_audio 16142045]