Sport, Náutico e Santa Cruz aprovam conclusão da Copa do Nordeste em sede única

A Copa do Nordeste foi paralisada faltando uma rodada para a conclusão da fase de grupos

COPA DO NORDESTE
Sport, Náutico e Santa Cruz aprovam conclusão da Copa do Nordeste em sede única

Nordestão foi paralisado na penúltima rodada da primeira fase. - Foto: JC IMAGEM

Davi Saboya | Pedro Alves

O Sport, Náutico e Santa Cruz aprovaram a medida de finalizar a Copa do Nordeste em sede única. A decisão foi tomada em encontro nessa terça-feira entre todos os participantes da competição na reunião da liga. Resta agora a oficialização das datas e do local por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No encontro entre os clubes, surgiram como candidatas a receber o torneio as cidades de Salvador, Recife e Fortaleza devido ao fato dos governos estaduais terem liberado o retorno dos treinos, além das estruturas das capitais. Em relação a Pernambuco e o Ceará, pesa negativamente os altos índices de contaminação da covid-19.

“A nossa visão permaneceu a mesma. Foi tomada a decisão mais indicada para o momento. Terminar a competição no menor espaço de tempo e menor deslocamento para passar segurança. Foi unanimidade. E ninguém apontou outra solução”, afirmou o vice-presidente rubro-negro Carlos Frederico. “A partir daí, qualquer outra definição, vai vir de acordo com a determinação de em qual cidade deve ocorrer a competição e quando irá retornar e isso será definido por parte da CBF”, acrescentou o vice-presidente alvirrubro Diógenes Braga.

Ainda no começo desta semana, o presidente tricolor Constantino Júnior já havia ressaltado a importância da Copa do Nordeste ser concluída. “É importante entregar esse término de competição para os patrocinadores que acreditaram no Nordestão. Além disso, temos a convicção que podemos conseguir algo para os clubes, tendo visibilidade. E, mercadologicamente, é fundamental para os próximos anos para seguir a valorização do campeonato”, comentou.

Emissora

A medida também foi aprovada pela emissora que detentora dos direitos de transmissão da Copa do Nordeste. “Neste momento, a prioridade é a saúde de todos, então entendo que a ideia de uma sede única seja uma boa alternativa para os envolvidos: jogadores e clubes, que voltam às atividades; para a Liga, que conclui a competição sem prejuízos; para a CBF e Federações, que põem em prática protocolos que serão úteis no Campeonato Brasileiro”, disse o diretor da TV Jornal/SBT, Vladimir Melo.

“Também há benefícios para o torcedor, que está com saudades do seu time do coração; e para os patrocinadores, que voltam a exibir as suas marcas e mensagens publicitárias num momento que a Copa do Nordeste reinará sozinha na audiência, tendo em vista que o campeonato nacional ainda não terá iniciado”, completou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.