SÉRIE B

Olhando pelo retrovisor, Náutico vence o Vila Nova e se isola na liderança da Série B


Timbu bateu o Vila Nova por 2x0, com gols de Vinícius e Bryan

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 15/06/2021 às 20:56
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

O Náutico tem nadado de braçadas na arrancada da Série B. Com 100% de aproveitamento, o Timbu venceu mais uma na competição e se isolou na liderança. Desta vez, a vítima foi o Vila Nova, que perdeu por 2x0, nesta terça-feira (15), no estádio dos Aflitos, pela quarta rodada da Segundona. Os gols da partida foram marcados pelo atacante Vinícius e pelo lateral Bryan.

Com a vitória, a equipe alvirrubra se isolou na liderança da competição, com 12 pontos, três a mais que o Brusque, que ainda vai jogar na rodada. O próximo compromisso do Timbu será diante do Botafogo, domingo (20), às 16h, no estádio dos Aflitos, pela 5ª rodada da Segundona.

O JOGO

Líder da Série B e ainda invicto na competição, o Náutico iniciou o confronto diante do Vila Nova fazendo valer o seu mando de campo. A posse de bola alvirrubra nos 15 primeiros minutos era de 62%... E, aos dez, já tinha chegado com perigo com Kieza, aproveitando cruzamento de Hereda, mas finalizando pra fora. Outro que aproveitou lançamento do lateral-direito foi Jean Carlos, aos 14, cabeceando de maneira consciente, mas a bola acabou não ganhando o caminho do gol.

Com o time goiano todo recuado e apostando nos contra-ataques, o Timbu ia ganhando cada vez mais campo ofensivo. Porém, diante da retranca adversária, os comandados de Hélio dos Anjos passaram a testar o goleiro Georgemy em arremates de fora da área... Como aconteceu aos 19, com Jean Carlos, e aos 21, com Erick, mas ambos parando no arqueiro do Vila.

Mostrando toda qualidade e entrosamento da equipe, o Náutico abriu o placar após um contra-ataque de manual. Aos 37, após recuperar a bola no seu campo defensivo, os alvirrubros saíram em velocidade com boa troca de passes de Hereda, para Erick, em seguida para Rhaldney, chegando em Kieza, que abriu na esquerda para Vinícius... Que com talento e habilidade, saiu cortando os marcadores para dentro e, quando encontrou o momento certo, finalizou rasteiro, sem chances para o goleiro Georgemy: 1x0.

Na volta para a etapa complementar, o Vila Nova sabia que tinha de sair mais para o jogo se quisesse, ao menos, levar um ponto para Goiânia. Entretanto, que quase balançou a rede foi o Náutico. Aos dez, contra-ataque em alta velocidade, a bola chegou até Kieza do lado esquerdo. Ele conduziu a bola e, quando ficou cercado por três marcadores, abriu inteligentemente na direita para Jean Carlos, que entrou na área e finalizou cruzado, tirando do goleiro Georgemy, mas a bola explodiu na trave. No rebote, o próprio Jean Carlos ficou com a bola, driblou o arqueiro do Vila... Sendo que a nova finalização parou em Pedro Babu, que salvou em cima da linha.

A equipe goiana esteve muito perto de empatar. Aos 33, após cobrança de falta com bola alçada na área, Willian Formiga ficou com o rebote na entrada da área e soltou uma bomba... Alex Alves ficou só olhando e torcendo, pra sorte, a bola foi pra fora.

Se o Vila assustava de um lado, o Náutico buscava incomodar do outro. Aos 37, o atacante Giovanny partiu em disparada pela direita, com liberdade, mas ao invés de ir no mano a mano pra cima do marcador, tocou para Jean Carlos finalizar da meia lua da grande área... A bola desviou na zaga e acabou tirando a direção do gol, saindo em escanteio passando raspando a trave esquerda do goleiro Georgemy.

Para cortar qualquer tipo de surpresa na reta final, o Timbu resolveu matar o jogo. Aos 44, Jean Carlos viu a passagem de Bryan e lançou por cima... Ao invés de ir à linha de fundo e cruzar, o lateral resolveu cortar o marcador, entrar na área e finalizar com força para dar números finais a partida: 2x0.

Ficha do jogo

NÁUTICO

Alex Alves; Hereda (Rafinha), Camutanga, Wagner Leonardo e Bryan; Matheus Trindade (Marciel), Rhaldney (Luiz Henrique) e Jean Carlos; Erick (Giovanny), Vinícius (Matheus Carvalho) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.

VILA NOVA

Georgemy; Pedro Bambu, Renato, Walisson Maia e Willian Formiga; Deivid (João Pedro), Arthur Rezende (Íkaro) e Renan Mota; Johnatan Cardoso (Fernandinho), Kelvin (Matheus Porto) e Henan (Pedro Júnior). Técnico: Wagner Lopes.

Local: estádio dos Aflitos, no Recife (PE).
Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).
Assistentes: Lennon McCartney Farias Paes e Wagner José da Silva (ambos de AL).
Gols: Vinícius, aos 37 do 1º tempo. Bryan, aos 44 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Wagner Leonardo (NÁU).


Mais Lidas