Brasil bate recorde de mulheres medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio; veja quem são as atletas

O número de mulheres medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio já superou a edição de Pequim, em 2008

JOGOS OLÍMPICOS
Brasil bate recorde de mulheres medalhistas nas Olimpíadas de Tóquio; veja quem são as atletas

Ana Marcela Cunha conquistou a medalha de ouro, na maratona aquática - Foto: Divulgação/COB

Com informações da Agência Brasil

A medalha de ouro conquistada por Ana Marcela Cunha na maratona aquática foi a oitava de mulheres brasileiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio, um recorde para uma edição de Olimpíada, superando as sete de Pequim 2008.

Das quatro medalhas de ouro do país até agora em Tóquio, três foram conquistadas por mulheres: além da nadadora Ana Marcela, a ginasta Rebeca Andrade e as bicampeãs olímpicas da vela Martine Grael e Kahena Kunze também subiram ao lugar mais alto do pódio.

Antes de ela cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, o Brasil já havia conquistado dois ouros, duas pratas e dois bronzes com as mulheres, além de ter uma medalha assegurada por Beatriz Ferreira no boxe. Em Pequim 2008, foram sete medalhas.

Veja a lista com as medalhistas Olímpicas do Brasil:


Ouro na maratona aquática 

Nesta terça-feira (3), Ana Marcela Cunha saiu campeã da maratona aquática após nadar 10km com o tempo de 1h59min30s8 . Foi sua primeira medalha de ouro em Jogos Olímpicos. 


Bronze assegurado com Bia Ferreira 

O boxe brasileiro já assegurou uma medalha de bronze antecipadamente, com a peso leve Bia Ferreira, única que venceu na terça-feira (3), na Arena Kokugikan, na capital japonesa. Favorita ao ouro, a campeã mundial avançou às semifinais na categoria até 63 kg. Como na modalidade não há disputa de terceiro lugar, quem ganha nas quartas já garante o bronze. 


Ouro na vela

Na madrugada desta terça-feira (3), a dupla Martine Grael e Kahena Kunze faturou o bicampeonato olímpico na classe 49er FX ao ficar na terceira posição na regata da medalha, realizada na Marina de Enoshima.  

A conquista colocou as velejadoras na seleta relação de oito mulheres brasileiras bicampeãs olímpicas. Além de Martine e Kahena, figuram na lista as jogadores de vôlei Fabi Alvim, Fabiana Claudino, Jaqueline Carvalho, Paula Pequeno, Sheilla Castro e Thaisa, campeãs nos Jogos de 2018 (Pequim) e de 2012 (Londres).


Ouro e prata na ginástica artística 

Quem também brilhou nas Olimpíadas de Tóquio foi a ginasta Rebeca Andrade, de 22 anos. A atleta ganhou medalha de prata no individual geral e ouro na prova de salto da ginástica artística. As duas medalhas foram as primeiras da ginástica feminina do Brasil em Jogos Olímpicos e, com as conquistas, ela se tornou a primeira brasileira a conquistar duas medalhas em uma mesma edição de Olimpíada.


Bronze no tênis

As tenistas Luisa Stefani e Laura Pigossi fizeram história na Olimpíada de Tóquio (Japão). No sábado (31/07), as paulistas conquistaram a medalha de bronze das duplas femininas ao derrotarem Elena Vesnina e Veronika Kudermetova, do Comitê Olímpico Russo, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 11. Foi a primeira vez que o Brasil será representado no pódio olímpico do tênis. 


Bronze no judô

No dia 22 de julho, a gaúcha Mayra Aguiar conquistou feito inédito, após conquistar a medalha de bronze na categoria meio-pesado (até 78kg). A medalha do Brasil veio com a vitória contra a sul-coreana Hyunji Yoon, que foi imobilizada por 20 segundos no Nippon Budokan, templo das artes marciais na capital japonesa.

A judoca se tornou a primeira mulher a conquistar três medalhas olímpicas em um esporte individual. Ela já havia levado o bronze nos Jogos de Londres (2012) e na Rio 2016.


Prata no skate

A maranhense Rayssa Leal, a Fadinha, de 13 anos, conquistou a prata na madrugada do dia 26 de julho no skate street na Olimpíada de Tóquio, se tornando a medalhista mais jovem do Brasil na história da participação brasileira nos Jogos. Natural de Imperatriz (MA), a atleta marcou 14,64 na somatória, e só foi superada pela dona da casa Nishiya Momiji (15.26), também de 13 anos. Outra japonesa, Funa Nakayama, de 16 anos, levou o bronze (14.49). As disputas ocorreram no Parque de Esportes Urbano de Ariake.


Confira abaixo o quadro de medalhas do Brasil completo

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.