RECONHECIDO NO ASSALTO

Ex-campeão do UFC conta que sofreu tentativa de assalto de um fã: 'Não me reconheceu na hora'


Rodrigo Nogueira, o 'Minotauro', revelou como foi reconhecido no meio de um assalto, no Rio de Janeiro, e depois ainda recebeu mensagem do assaltante

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 25/08/2021 às 20:33
Reprodução/ @UFCBrasil
FOTO: Reprodução/ @UFCBrasil
Leitura:

O ex-campeão dos pesos pesados do UFC (Ultimate Fighting Championship) e do Pride (Pride Fighting Championships), Rodrigo Nogueira, o 'Minotauro', participou do podcast Inteligência Ltda, na última terça-feira (24), e contou uma história no mínimo inusitada. O lutador de MMA (Artes Marciais Mistas, tradução de Mixed Martial Arts) revelou que sofreu uma tentativa de assalto de um 'fã'.

"Há duas semanas eu estava no Rio de Janeiro e fui num restaurante japonês. Eu estava hospedado até perto (do restaurante), dava pra ir andando, mas peguei um táxi... O taxista só teria de dar a volta (no quarterão). Quando paramos no sinal de trânsito lembrei que alguns sinais mais à frente, o meu irmão (Rogério Nogueira, o 'Minotouro) já tinha perdido o celular (assaltado) e minha cunhada também. Na época eu cheguei até a zoar ele", contou Minotauro.

Que prosseguiu a história. "De repente, quando eu estava mexendo no celular e com o vidro aberto, encosta um cara com casaco vermelho e capuz... Ele estava com uma corrente de ouro e isso chamou minha atenção quando ele estava se aproximando. Olhei pro lado vi que ele encostrou no carro pra meter a mão (no celular). Quando ele encostou, eu já puxei o celular... Mesmo assim, ele meteu a mão e praticamente entrou pela janela pra pegar. Eu bati na mão dele e o celular caiu no meu colo. Ele meteu a mão de novo. Eu puxei. Ficou aquele barulho de tapa, vai e volta. Aí teve uma hora que puxei ele pelo casaco, mas ele puxou... Eu saí do carro e fui atrás dele, porque pensei que tinha levado o meu celular. Saí correndo e fui pra cima dele, quando ele gritou: "pow, Minotauro, fica quieto que estou armado". Aí ele colocou a mão dentro do casaco... E eu fiquei naquela sem saber (se estava armado). Foi quando ouvi o taxista dizendo que o celular estava no táxi (tinha caído e ele não percebeu). Como ele falou que estava armado e o celular estava no carro, eu voltei. Até porque sou brabo, mas nem tanto. Sou um brabo inteligente, pois meus golpes não param bala", disse Rodrigo Minotauro aos risos.

Mensagem do assaltante

Porém, se engana que a história parou por aí. Dias depois, o assaltante mandou mensagem no privado em uma das redes sociais do lutador dando um 'conselho' para o ídolo. "Ele me mandou mensagem dizendo 'da próxima vez passa com a janela fechada' e ainda colocou umas figuras do sinal de trânsito, uma mão com o celular, um boneco dando uma piscada e a bandeira do Brasil", falou.

E ainda teve recado por áudio do assaltante se desculpando por tentar assaltá-lo. "Ele ainda me mandou uma mensagem de voz, mas depois apagou. Mas ele disse: 'Pow, Minotauro, fica esperto no sinal. Não sabia que era você. Se soubesse, não tinha ido tomar o seu celular'. Acontece que ele não me viu na hora. Só viu quando corri atrás dele. Como estava trânsito, o taxista começou a gritar: 'pegaram o celular do Minotauro'... Ele deve ter ouvido e me reconheceu depois", explicou Rodrigo Nogueira, que é embaixador do UFC, palestrante, além de comentarista do Canal Combate.


Mais Lidas