OAB vai questionar Assembleia pelo pagamento do auxílio-moradia retroativo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/12/2011 às 9:58
Leitura:
A Ordem dos Advogados do Brasil divulgou nota repudiando a denúncia que veio à tona em um blog nesta quinta-feira. De acordo com a denúncia, 52 políticos parlamentares e ex-parlamentares estariam recebendo auxílio-moradia. Os valores variam entre R$ 14.284 a R$ 17.708. O benefício recebido, que seria referente ao retroativo ao período de 1994 a 1997, estaria sendo pago agora e tem base legal segundo a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O presidente da Alepe, Guilherme Uchôa, rebate as informações veiculadas:

Mais Lidas