NOTIFICAÇÕES

Pediatra faz alerta aos pais após aumento de arboviroses em crianças


Os casos de arboviroses estão no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que considera os dados até o último dia 6

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 16/10/2018 às 18:02
Sério Bernardo/ JC Imagem
FOTO: Sério Bernardo/ JC Imagem
Leitura:

Dados do mais recente boletim das arboviroses divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde apontam para um aumento da incidência de dengue, zica e chicungunha em crianças. No período analisado de 31 de dezembro de 2017 a 6 de outubro de 2017 quase 22 mil casos neste público foram notificados.

O Estado tem hoje uma taxa de 196 registros a cada 100 mil crianças entre 0 e 4 anos. Na faixa etária seguinte, o índice é ainda maior: são mais de 204 registros a cada 100 mil crianças de 5 a 9 anos.

A pediatra e pesquisadora da Fiocruz, Cinthia Braga, fala sobre o aumento dos casos. “Esse fenômeno possivelmente é explicado pelo fato de que essas arboviroses circulam na população há muitos anos. Então os adultos, na sua maioria, têm imunidade contra a infecção diferente das crianças”, explicou.

Ela ainda orienta os pais para proteger as crianças. “A partir do final do ano e início do ano é o período de aumento de incidência dessas doenças. Os pais têm que estar em alerta, principalmente na questão ambiental. Ver se não há criadouros no entorno das casas, tentar eliminar os mosquitos”, destacou.

Confira os detalhes na reportagem de Marcela Maranhão:


Mais Lidas