CRISE

Bebianno: áudios desmentem versões de Bolsonaro e Carlos Bolsonaro


Gustavo Bebianno foi exonerado do cargo da Secretaria-Geral da Presidência da República após desentendimento com a família Bolsonaro

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 19/02/2019 às 15:08
Valter Campanato/Agência Brasil
FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil
Leitura:

Após a exoneração de Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República, áudios revelados pela revista Veja desmentem o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e seu filho, Carlos Bolsonaro.

No material, os dois se acusam e desmentem informações em vários momentos. A crise teve início após matéria da Folha de São Paulo apontar um esquema de candidaturas laranjas no PSL em Pernambuco. A sigla já foi presidida por Gustavo Bebianno no ano passado.

O até então secretário-Geral da República, negou, no dia 13 de fevereiro, ao jornal O Globo qualquer crise no governo. Na declaração ele ainda afirmava que, no dia anterior, havia falado com o presidente “três vezes”.

Leia também

Exoneração de Bebianno é publicada no Diário Oficial da União

Em vídeo, Bolsonaro diz por que exonerou Bebianno

Carlos Bolsonaro decidiu desmentir o apoiador do seu pai e, no Twitter postou que era “mentira absoluta” que Bebianno tivesse falado com seu pai. O tuíte de Carlos foi compartilhado pelo presidente. Na noite da mesma quarta-feira, Bolsonaro deu entrevista à TV Record em que afirmou que era mesmo mentira que Bebianno tivesse falado com ele.

Os áudios, no entanto, mostram que o presidente se comunicou sim com Jair Bolsonaro.

Ouça os áudios completos:


Mais Lidas