TRÁFICO DE DROGAS

Receita Federal apreende mais de 800 kg de cocaína no Porto de Suape

A cocaína estava escondida em uma carga de bananas no Porto de Suape e foi avaliada em mais de R$ 30 milhões

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 22/06/2019 às 9:49
Divulgação/ Receita Federal
FOTO: Divulgação/ Receita Federal
Leitura:

A Receita Federal apreendeu 808,2 kg de cocaína em carga de bananas no Porto de Suape. A apreensão é a maior da história no complexo portuário. O material estava embalado em sacos plásticos, envolto em pó de café, dentro de um container. A carga foi avaliada em mais de R$ 30 milhões.

O delegado da Alfândega, Carlos Eduardo Oliveira, conta que a descoberta aconteceu após fiscalização de rotina. “Um trabalho de rotina da Receita Federal em Suape, onde examinaram as imagens do raio-x e teve uma exportação daqui para a Bélgica de três containers de banana. Em um deles a imagem estava estranha e quando abriu o container para verificar, se observou algo que seria droga”, detalhou.

A droga será entregue à Polícia Federal, que irá conduzir a investigação. “Nesse caso, pode ser o exportador, o transportador. Não podemos afirmar com certeza quem são os envolvidos, por isso que sempre que pegamos armas ou drogas passamos para eles [Polícia Federal]”, explicou Carlos Eduardo.

Confira os detalhes na reportagem de Lucas Rocha:

Nordeste na rota do tráfico

O delegado da Alfândega destacou que com a maior fiscalização no Porto de Santos, em São Paulo, principal complexo portuário da América Latina, os traficantes buscam outras rotas no país para movimentar as drogas. “É natural que eles procurem Fortaleza, Recife e Salvador. E foi agora por Suape”, disse.

No ano de 2011, foram achados 530 kg da droga. Que, até então, era a maior apreensão da história do Porto de Suape.

Mais Lidas