VENDAS DE MILHO

Vendas de milhos no Ceasa continuam até a festa de São Pedro


Até esta quarta-feira (26), mais de 11 milhões de espigas de milho já foram vendidas no Ceasa

Pedro Guilhermino Alves Neto
Pedro Guilhermino Alves Neto
Publicado em 26/06/2019 às 14:46
Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
FOTO: Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Leitura:

Passados alguns dias da festa de São João, o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) teve uma queda considerável no volume de vendas das espigas de milho, mas ainda deve continuar vendendo o produto, que é tradicional nas receitas de comidas típicas desta época, até o dia 29, quando é comemorado o dia de São Pedro.

O presidente do Ceasa de Pernambuco, Gustavo Melo, explica que por causa da tradição de São Pedro, as vendas vão continuar. “Estaremos trabalhando firme até sábado para o comércio do milho. O plantão do milho terminou no São João, quando funcionamos 24 horas para o comércio do milho, porém a tradição diz que o comércio do milho diminui, mas continua forte até o São Pedro”, afirmou.

A mão do milho está se comercializada a uma média de R$ 23 e a expectativa para 2019 é que 13 milhões de espigas sejam vendidas. Até esta quarta-feira (26), cerca de 11,8 milhões de espigas já tinham sido comercializadas. Número próximo ao do ano passado, que chegou aos 12 milhões de espigas.

Confira os detalhes na matéria de Felipe Rocha:

Gustavo Melo, também fala que somente neste período o Ceasa conseguiu registrar um crescimento de 20% no faturamento geral. “Aqui no Ceasa se comercializada em média R$ 300 milhões por mês. No período junino, temos um crescimento de 20% no faturamento. Mas não é só por causa do milho, mas de outros derivados”, completou.

Em média, diariamente entre 60 e 65 mil pessoas passam pelo Ceasa. Durante o período junino, o movimento chega a ser de até 80 mil pessoas por dia, ficando somente atrás do mês de dezembro que registra número superior ao de 80 mil pessoas por dia.


Mais Lidas