REAJUSTE

Auxílio-combustível dos vereadores do Cabo passa de R$ 1 mil para R$ 2 mil


O auxílio-combustível será destinado ao gabinete dos 17 vereadores do Cabo de Santo Agostinho

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 05/07/2019 às 17:24
Marcello Casal jr/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal jr/Agência Brasil
Leitura:

A Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, aprovou uma resolução que dobrou o valor do auxílio-combustível para cada parlamentar. A decisão foi publicada no Diário Oficial do município na última terça-feira (2), e os 17 vereadores passam a receber R$ 2 mil pelo benefício, que antes era de R$ 1 mil. A justificativa, segundo o diretor diretor-geral da Câmara de vereadores do Cabo, é porque “a cidade é grande”.

O diretor da Câmara de Vereadores do Cabo, Luiz Pereira, explicou o reajuste e disse que essa verba é para o gabinete dos parlamentares. “Nós tínhamos uma verba de R$ 1 mil que estava congelada desde 2015, evidentemente quando o preço dos combustíveis era completamente diferente. Vale salientar que nós cortamos o telefone dos vereadores e assessores, que significava uma despesa de R$ 900”, disse.

Sobre a necessidade do reajuste, o diretor disse que a cidade cresceu. “A necessidade se dá em função do crescimento da população, do crescimento das demandas de serviço. A cidade hoje conta uma população de cerca de 200 mil habitantes, é grande, tem distritos que ficam a 40 km do centro e precisam ser atendidos. Os assessores de vereadores vão para esses locais, fiscalizam obras”, detalhou.

Vereadores não têm outras verbas

Segundo o diretor, os vereadores do Cabo não contam com verba de gabinete, alimentação, de moradia. Eles recebem o salário e o auxílio-combustível. "Esse recurso [o auxílio-combustível] não pode ser usado para outra finalidade, nem pode ser usado em outros veículos", garantiu o diretor, explicando que os carros são aqueles que prestam serviço para a câmara.

Confira a entrevista completa:


Mais Lidas