Agreste

Conselho Tutelar: 12 candidatos pedem anulação de eleição em Garanhuns


Em Garanhuns, 20 pessoas se candidataram a 5 vagas de conselheiro tutelar. Das 15 que não foram eleitas, 12 pediram anulação da votação

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 15/10/2019 às 14:42
Giovani Gomes
FOTO: Giovani Gomes
Leitura:

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recebeu a documentação oficial de 12 candidatos não eleitos a vagas do Conselho Tutelar de Garanhuns, no Agreste do Estado. Esses candidatos pedem a anulação da eleição. Segundo o promotor Domingos Sávio, o MPPE solicitou esclarecimentos à comissão responsável pela eleição: "Ouvimos os reclamantes e solicitamos informações, esclarecimentos à comissão eleitoral, passível de recurso ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente".

Confira os detalhes na reportagem de Eduardo Peixoto.

Ouça:

Pedido de anulação

A comissão organizadora das eleições também recebeu um pedido de anulação, que deve ser analisado até esta sexta-feira (18). Em Garanhuns, 20 pessoas se candidataram ao cargo de conselheiro tutelar. Cinco pessoas foram eleitas. Das 15 que não foram eleitas, 12 apresentaram pedido de anulação da eleição.


Mais Lidas