Tendência é piorar, afirma meteorologista sobre calor em Pernambuco

Segundo a Apac, no último sábado (7), PE registrou quebra de recorde de temperaturas máximas absolutas e o calor foi um dos assuntos mais comentados

APAC
Tendência é piorar, afirma meteorologista sobre calor em Pernambuco

No Recife, a sensação térmica pode chegar a 40º C - Foto: Reprodução/TV Jornal

O assunto hellcife, uma brincadeira com a palavra hell – inferno, em inglês - e o nome da capital pernambucana, foi um dos mais comentados pelos internautas brasileiros no Twitter, no último sábado (7). E não é para menos. Segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), no último sábado, Pernambuco registrou quebra de recorde de temperaturas máximas absolutas.

Em Floresta, no Sertão de Pernambuco, foi registrada uma temperatura de 40,7°c; em Cabrobó, também no Sertão, marcou 39,5°c; em Surubim, no Agreste, os termômetros marcaram 46°c; e em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, 35°c.

Motivo do calorão 

A meteorologista da Apac Aparecida Fernandes lembrou que um dos motivos para o calor excessivo é a falta de nuvens, mas apontou outros fatores. “Esse é o período mais quente do ano em Pernambuco, principalmente aqui em Recife, Zona da Mata e Região Metropolitana. Os meses novembro, dezembro, janeiro e fevereiro são os meses mais quentes do ano. A população tem que esperar porque ainda vai esquentar mais. A tendência é piorar gradativamente”, afirmou.

Segundo a meteorologista, até fevereiro a previsão é de temperaturas elevadas. Ela lembrou que, no Recife, a sensação térmica pode chegar a 40º C.

A repórter Lillian Fonseca tem os detalhes:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.