Número de mortos em deslizamento de barreira no Recife sobe para sete

O deslizamento de barreira aconteceu na madrugada desta terça-feira (24), na Rua Bela Vista, no bairro de Dois Unidos

TRISTEZA
Número de mortos em deslizamento de barreira no Recife sobe para sete

Corpo de Bombeiros atuou por quase nove horas - Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

Atualizado às 13h01

O Corpo de Bombeiros encontrou os corpos das mulheres que estavam desaparecidas após o deslizamento de barreira no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife. Até o momento havia a confirmação de cinco mortos, entre eles um bebê de apenas dois meses. A tragédia aconteceu na madrugada desta terça-feira (24), véspera de Natal.

Os corpos de Claudia Bezerra, 47 anos, e Lia de Oliveira, 45 anos, foram encontrados após quase nove horas de trabalho. O major Anderson Barros explicou que elas estavam na sala e que a equipe trabalhava na esperança de encontrar elas com vítima. "Num caso desse as vítimas realmente são soterradas, a gente torcia para que elas estivessem protegidas por móveis e que nessa proteção existisse ar para respirar. Mas o que constatamos não foi essa situação", lamentou. 

Segundo o major, agora o Corpo de Bombeiros trabalha para garantir um ambiente seguro para que as outras equipes, como a Defesa Civil, possam trabalhar e os moradores das casas vizinhas possam voltar para suas residências. 

Deslizamento no Recife: veja quem são as vítimas da tragédia

Nota do Corpo de Bombeiros

Em nota, o Corpo de Bombeiros revelou que os corpos das duas vítimas que estavam desaparecidas foram encontrados por volta das 11h50. 

Confira a nota: 

Seis guarnições do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco conseguiram resgatar com vida, três pessoas que estavam em duas casas que desmoronaram no Córrego do Morcego, bairro de Dois Unidos, no Recife. Os três feridos foram encaminhados ao Hospital da Restauração, onde foram atendidos e estão internados.
Além dos três resgatados com vida, os bombeiros também retiraram dos escombros cinco outras pessoas sem vida.

Com o apoio de cães farejadores do Grupamento de Bombeiros de Salvamento (GBS), os bombeiros fizeram buscas para localizar duas outras pessoas que, segundo os vizinhos, estavam dormindo na sala de uma das casas. Os corpos foram resgatados por volta das 11h50.

Os bombeiros foram avisados dos desmoronamentos através de uma ligação para o fone 193, às 2:55 horas e a primeira guarnição chegou ao local às 3:12 horas. Com a verificação da gravidade do caso, foi solicitado reforço e cinco outras guarnições foram acionadas.

As causas do desmoronamento das casas serão identificadas por peritos da Polícia Científica.

Deslizamento e vítimas 

Um deslizamento de barreira no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, matou, pelo menos, sete pessoas na madrugada desta terça-feira (24). A tragédia aconteceu na Rua Bela Vista, no Córrego do Morcego, destruiu uma casa e, parcialmente, a residência vizinha. Três pessoas foram socorridas com vida.

Na casa que foi parcialmente atingida estavam o casal Emanuel Henrique de França, de 25 anos, e Érica Virgínia, de 19 anos, e o seu filho, Érick Junior, de dois meses. Todos morreram.

Também morreram Lucimar Alves, de 50 anos, e sua neta, Daffyne Kauane Alves, de nove anos. Elas estavam na casa que ficou completamente destruída.

Ficaram feridos o casal Cristina Gomes da Silva, de 43 anos, e Luiz Tadeu, de 56 anos. Eles foram levados até o Hospital da Restauração e para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, respectivamente, e passam bem. Cristina Gomes é irmã de Lucimar Alves.

Otoniel Simião da Silva, de 57 anos, marido de Lucimar Alves e primo de Emanuel, também foi levado para a UPA de Nova Descoberta, e seu estado de saúde é estável.

O Corpo de Bombeiros foi acionado as 2h55 e enviou seis viaturas para o local, sendo duas de busca e salvamento, uma de busca com cachorros, uma de comando operacional e duas de resgate.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.