Matrícula em escola municipal de Olinda gera confusão entre pais

A guarda municipal de Olinda foi acionada para conter a situação na Escola Municipal Claudino Leal, na Cidade Tabajara, em Olinda

ENSINO
Matrícula em escola municipal de Olinda gera confusão entre pais

Os portões tiveram que ser fechados por conta da confusão que se formou na escola - Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

As pessoas que foram realizar a matrícula das crianças na Escola Municipal Claudino Leal, na Cidade Tabajara, em Olinda, enfrentaram um grande transtorno nesta sexta-feira (3).

A escola é uma das poucas opções para a comunidade. Por isso, muitos chegaram um dia antes para tentar garantir uma vaga paraE o filho, mas não conseguiram.

Os portões tiveram que ser fechados por conta da confusão que se formou no local. Até a guarda municipal precisou ser chamada. Quem passou a madrugada na fila contou que durante a manhã muitos invadiram a escola e acabaram pegando as vagas disponíveis. 

Diretora justifica 

A diretora da escola, Patrícia Coruso, explica o motivo disso ter acontecido. “A demora da gente oferecer a quantidade de vagas é que a gente estava aguardando sair transferência para oferecer um maior número de vagas. Nós trabalhamos com crianças da educação infantil ao 9º ano. Elas entram na escola na educação infantil com 4 anos e vão seguindo. Não existe turma nova no decorrer do processo. Eles vão só mudando de turma. Para crianças de 4 e 5 anos nós temos muitas vagas”, disse.

A diretoria da escola também esclareceu que foram colocadas à disposição 83 vagas, sendo que 23 delas foram preenchidas rapidamente. As que sobraram são apenas para alunos da educação infantil de 4 e 5 anos.

A escola esclareceu que os pais que não conseguiram uma vaga, foram colocados num cadastro reserva.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.