Momento histórico, diz presidente do Homem da Meia-Noite sobre desfile em Salvador

Após seu tradicional desfile no Sábado de Zé Pereira, Homem da Meia-Noite seguirá para Salvador, onde se apresenta no dia 24 de fevereiro

CARNAVAL 2020
Momento histórico, diz presidente do Homem da Meia-Noite sobre desfile em Salvador

O calunga mas famoso do carnaval pernambucano vai ultrapassar as divisas estaduais - Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

O calunga mais famoso do carnaval pernambucano vai ultrapassar as divisas estaduais. Na segunda-feira, dia 24 de fevereiro, o Clube Carnavalesco de Alegoria e Crítica Homem da Meia-Noite desfila no circuito Barra/Ondina, em Salvador, na Bahia.

A informação foi repassada na coletiva de imprensa, realizada nesta quinta-feira (6), na sede da agremiação. A participação do Calunga acontece em homenagem aos 70 anos do trio elétrico, como detalha o presidente do Homem da Meia-Noite, Luiz Adolpho. "Algo mágico e especial. Houve o convite a cerca de três meses atrás (...) Vai ser um momento histórico do carnaval do Brasil. O Gigante, pela primeira vez, unindo Bahia e Pernambuco", comentou.

E na integração frevo–axé tem baiano nas ladeiras de Olinda. O cantor e guitarrista Armandinho já confirmou participação na saída do desfile do Homem da Meia-Noite pelo sítio histórico.

Segurança para o desfile 

O esquema de segurança que vai ser montado para o cortejo do Homem da Meia-Noite, que acontece à 0h do Sábado de Zé Pereira nas ladeiras de Olinda, também foi apresentado na coletiva.

A Polícia Militar vai disponibilizar 613 policiais. O comandante da Ciatur, major Rogério Santos, explica como o efetivo vai ser distribuído no percurso. "Nós vamos distribuir policiamento em quatro quadrantes de segurança, sendo eles o primeiro quadrante em frente à sede do Homem da Meia-Noite; o segundo quadrante pegando o Largo do Amparo e o bairro de Guadalupe; o terceiro quadrante a Rua do Amparo com os Quatro Cantos; e o quarto quadrante Rua de São Bento com a Rua 13 de Maio", detalhou.

O representante do Corpo de Bombeiros coronel Erick Arígio detalha as orientações que vão ser repassadas para a prefeitura no quesito segurança do percurso. "A população tem que brincar, chegar e sair com segurança. Todo carnaval de rua tem que ser bem iluminado com podas das árvores para se ter uma amplitude de visão no dia do bloco e o trabalho nas ruas para permitir sim o fluxo de pessoas de forma bem tranquila", disse.

Para liberar todo o percurso do desfile, o representante da Secretaria de Cultura de Olinda, Rodrigo Silva, garante que o trabalho de conscientização com os moradores já começou.

A expectativa é de que, este ano, mais de 350 mil pessoas acompanhem o desfile Do Clube Homem da Meia-Noite, pelas ladeiras de Olinda. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.