Coronavoucher

Banco não poderá descontar débitos de conta que receber auxílio de R$ 600

Quem tiver dívidas em conta que vai receber o auxílio emergencial não poderá ter o valor depositado pelo governo federal descontado

Publicado em 08/04/2020 às 10:08
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

As pessoas que tiverem dívidas na conta que irá receber o auxílio emergencial de R$ 600, concedido pelo governo federal a partir de quinta-feira (8), não terão o valor recebido descontado para pagamento de nenhum tipo de tarifa bancária. Os beneficiários que estiverem no cheque especial ou com outros débitos com o banco, por exemplo, vão receber o valor integralmente.

"Pelo que foi anunciado ontem pelo ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni, você pode ficar tranquilo. Apesar do aplicativo, quando você está preenchendo e pode trazer uma informação de um possível débito que será descontado, o ministro da Cidadania na verdade explicou que isso não vai acontecer, que esse valor vai ser preservado", afirmou o advogado Almir Reis.

Leia também: Saiba como usar o aplicativo para receber o auxílio de R$ 600

Quem tiver dúvidas, pode ligar para o número 111, De acordo com o governo federal, 54 milhões de pessoas terão direito ao coronavoucher, totalizando R$ 98 bilhões a serem pagos.

Confira a reportagem de Juliana Oliveira:

Mais Lidas