CORONAVOUCHER

Saiba como recorrer em caso de pedido negado do auxílio emergencial de R$ 600


Aqueles que tiveram o benefício negado tem o direito de contestar a análise ou fazer uma nova solicitação

Com informações da Agência Brasil
Com informações da Agência Brasil
Publicado em 22/04/2020 às 10:10
Marcello Casal Jr./ABr
FOTO: Marcello Casal Jr./ABr
Leitura:

As pessoas que tiveram o auxílio emergencial de R$ 600 negado pelo Governo Federal podem fazer uma nova solicitação ou recorrer do resultado da análise por meio do aplicativo ou site do programa, que é coordenado pela Caixa Econômica Federal. A averiguação dos dados cadastrados é realizada pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev).

Para os inscritos no CadÚnico, a consulta do resultado da análise realizada pela Dataprev pode ser feita desde segunda-feira (20) no aplicativo. Se o cidadão inscrito no CadÚnico tiver sido reprovado pela Dataprev, poderá solicitar nova avaliação através do cadastramento no aplicativo no celular ou site.

Para quem se inscreveu através do aplicativo e site, a consulta do resultado da análise será liberada, ainda nesta semana, após o recebimento pela Caixa dos arquivos a serem enviados pela Dataprev com a relação de brasileiros não aprovados.

Entenda os critérios que podem negativar a solicitação

Se o retorno da análise for “dados inconclusivos”, será permitido ao cidadão realizar nova solicitação. Segundo a Caixa, os motivos da inconclusão podem ser:

- marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro;
- falta de inserção da informação de sexo;
- inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento;
- divergência de cadastramento entre membros da mesma família;
- inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Se o resultado for “benefício não aprovado”, o cidadão poderá contestar o motivo da não aprovação ou realizar nova solicitação.


Mais Lidas