MERCADO DA BOLA

Náutico mira a contratação de mais um jogador para o setor ofensivo

A informação foi confirmada pelo vice-presidente de futebol, Diógenes Braga, em entrevista à Rádio Jornal nesta segunda-feira (27)

Publicado em 27/04/2020 às 13:27
Léo Motta/JC Imagem
FOTO: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

Mesmo com a paralisação nos jogos de futebol causada pela pandemia do novo coronavírus, o Náutico segue reforçando o elenco para a sequência da temporada. No período de paralisação, o Timbu anunciou a contratação do meia paraguaio Júnior Britez e do atacante Dadá Belmonte. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o vice-presidente de futebol do Náutico, Diógenes Braga, confirmou que o clube ainda procura mais uma opção para o setor ofensivo.

"A gente quer mais um para o setor ali na frente. Hoje é difícil dizer se é um atacante, um meia ou centroavante, porque tem jogadores que são multifuncionais. Por exemplo, é difícil dizer qual a posição que Jhonathan joga, porque do meio pra frente ele só não faz centroavante. O Paiva é um atleta que joga nas três do ataque. Queremos um jogador que encorpe um pouco mais lá na frente. Avaliamos que as opções lá da frente precisam serem maiores para proporcionar uma mudança de jogo, as vezes por contusão ou substituição durante o jogo”, explicou.

Segundo Diógenes, o clube busca jogadores do setor ofensivo para suprir a perda de atletas que se machucaram no início da temporada como Matheus Carvalho e Álvaro. “Quando a gente computa no elenco os jogadores que estão em recuperação, por conta da paralisação, praticamente ganhamos Camutanga de volta, Ronaldo Alves também tem uma tendência de não demorar muito. Mas quando a gente olha lá pra frente, enxergamos uma lacuna maior. Tudo isso tem que ser feito com um cuidado muito grande em relação a folha”, ponderou.

Fifa

O dirigente ainda avaliou como positiva a mudança temporária proposta pela Fifa de colocar cinco substituições nas partidas quando o futebol voltar. A entidade sugere as novas regras como medida de administrar melhor o elenco diante do possível desgaste que será ocasionado pela maratona de jogos.

“Achei a ideia excelente. Temos debatido essa questão de volta do futebol e o maior desafio vai ser justamente a sequência de jogos. Muita gente fala em jogos com um intervalo de 48h, o que é absolutamente desumano. Na hora que se coloca a possibilidade de aumentar para 5 substituições, melhora bastante. Todo mundo está com dificuldades financeiras, com elencos enxutos e uma grande quantidade de jogos em um curto espaço de tempo é uma equação que não fecha", expôs.

Náutico x Paysandu

A Rádio Jornal retransmitiu nesse domingo (27) o jogo entre Náutico x Paysandu válido pelas quartas de finais da Série C em 2019, onde o Timbu bateu o time paraense nos pênaltis após fazer o gol de empate no último minuto de jogo. Com a classificação, o Náutico confirmou o acesso à Série B. "Ouvi a narração inteira, me emocionei novamente. Revivi aquele jogo. Aroldo narrando parecia que eu estava vendo os lances. Parabéns a Rádio Jornal. Como dirigente do Náutico e torcedor, eu agradeço demais fazer a gente reviver aquele dia mágico", concluiu Diógenes Braga.

Mais Lidas