Barraqueiros voltam protestar por volta de trabalho na Praia de Boa Viagem

Os manifestantes pedem ao Governo do Estado a volta das atividades comerciais nas praias de Pernambuco

MANIFESTAçãO
Barraqueiros voltam protestar por volta de trabalho na Praia de Boa Viagem

Manifestantes protestam na Avenida Boa Viagem por volta de atividades. - Foto: Juliana Oliveira/Tv jornal

Barraqueiros do Recife e Jaboatão dos Guarapes estão, na manhã desta quinta-feira (20), reunidos em frente à Avenida Boa Viagem, fazendo um protesto pela volta das atividades nas orlas. O protesto acontece desde às 9h. Por causa do protesto, a avenida está interditada desde o hotel Atlante Plaza até a Pracinha de Boa Viagem.

O vice presidente da Associação dos Microempreendedores de Jaboatão, Jota Neves, falou que já foi foram feitas reuniões com o Governo de Pernambuco sobre a situação. Segundo ele, os governantes prometeram um protocolo para a volta das atividades, mas até agora nada foi feito.

"Já tivemos três reuniões, duas presenciais e uma virtual. Na última sexta-feira, tivemos uma reunião virtual que ficou definido que eles passariam um protocolo que já existe para os municípios que têm orla marítima, para que possa ser passado para a gente, para que possamos voltar a trabalhar nas praias o mais rápido possível. Mas, até agora, nada”, contou.

Jota Neves ainda disse que muitos barraqueiros estão passando por situações financeiras complicadas.

“Estamos passando necessidades, acumulando dívidas e a situação está cada vez mais difícil. São quase mil barraqueiros, na verdade até mais, além do impacto de 35 mil pessoas que vivem diretamente ou indiretamente disso aqui”, acrescentou.

O vice-presidente da Associação dos Microempreendedores de Jaboatão ainda afirmou que os manifestantes seguirão até o Edifício Castelinho, que fica na Avenida Boa Viagem, e estão aguardando um pronunciamento do Governo para que uma data para o retorno das atividades seja resolvida o mais rápido possível.

Ouça a reportagem de Juliana Oliveira:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.