Ônibus da Região Metropolitana do Recife adotam novo equipamento para ajudar na luta contra a covid-19

Os ônibus do Conorte, consórcio que abrange o Grande Recife, já começaram a utilizar a nova ferramenta

COMBATE A COVID-19
Ônibus da Região Metropolitana do Recife adotam novo equipamento para ajudar na luta contra a covid-19

O tamanho do equipamento é parecido com o de uma caixa de sapatos. - Foto: Jailton Júnior/Jc Imagem

O gerador de ozônio, composto químico de alto poder oxidante que elimina micro-organismos, é a mais nova ferramenta que algumas empresas de ônibus estão usando para combater a disseminação da covid-19. Se trata de uma pequena máquina. Seu tamanho é parecido com o de uma caixa de sapatos. O Conorte, consórcio que atende a área metropolitana do Recife, comprou 20 desses equipamentos. Eles já começaram a ser utilizados nos 447 ônibus da frota.

O diretor de operações do Conorte, Almir Buonora, falou sobre como o aparelho funciona. “É uma máquina que produz o ozônio, que é um gás que destrói bactérias e fungos. E, uma vez aplicado nos ônibus durante 15 minutos, o efeito dele permanece por 24 horas. Ele será aplicado nos quatro terminais de Rio Doce, Pelópidas Silveira, PE-15, TI de Abreu e Lima, além da garagem das três empresas que são integrantes do nosso consórcio”, explicou.

A ideia é que todos os ônibus da frota utilizem o gerador de ozônio. “Todos os ônibus da nossa frota passaram todos os dias por essa aplicação de ozônio. É bom lembrar que, além da aplicação de ozônio, nós também aplicamos bactericidas. Mas essa aplicação de ozônio e os bactericidas não dispensam a utilização dos usuários dos ônibus da máscara e aplicação do álcool em gel”, afirmou Almir.

Ouça a reportagem de Leonardo Vasconcelos:

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.