Enxame de abelhas causa pânico no Sertão de Pernambuco e leva homem à morte; veja os vídeos

As abelhas ainda fizeram mais 7 vítimas nessa segunda-feira (14); a situação aconteceu na cidade de Petrolina

ATAQUE DE ABELHAS
Enxame de abelhas causa pânico no Sertão de Pernambuco e leva homem à morte; veja os vídeos

Após ser atacado por um enxame de abelhas em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, um homem de 71 anos veio a óbito, nessa segunda-feira (14). Outros moradores também foram acometidos pelos insetos. A situação ocorreu na Rua Januário Alves, próximo ao cemitério Campo Da Paz. De acordo com informações, a vítima estava coberta de esporões.

O diretor/presidente da Agência de Vigilância Sanitária de Petrolina, Marcelo Gama, acredita que alguém pode ter atiçado os animais. As abelhas eram da espécie italiana.

“O resgate de abelhas só pode ser realizado à noite. Acreditamos que alguém mexeu nesse enxame, pois já estavam atacando pessoas que passavam pelo local. Infelizmente uma pessoas veio à óbito”, informou.

Equipes do Corpo de Bombeiros do SOS abelhas foi ao local para retirar o enxame e acionaram o IML. A Polícia Militar também foi acionada e realizou o isolamento da área.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) socorreu o restante das vítimas, que foram outras sete pessoas, todas picadas pelas abelhas. Elas foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). As vítimas não correm risco de morte, já que seus estados de saúde são considerados estáveis.

Vídeos

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram várias pessoas correndo pelas ruas. Alguns motoristas chegaram a abandonar os seus carros onde estavam para não serem picados.

Um dos vídeos mostra uma idosa sendo auxiliada a entrar em um carro para se proteger. Já outro, tem registrado o momento em que as pessoas tentavam tirar as abelhas dos cabelos de uma mulher que levou várias de picadas.

Veja os vídeos: 

Ouça a reportagem de Marco Aurélio: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.