golpe

Usuários estão caindo em novo golpe do Pix; saiba como se prevenir


O chefe de comunicação da Polícia Federal de Pernambuco explica como esses golpes funcionam e como não cair neles

Carol Coimbra
Carol Coimbra
Publicado em 14/10/2020 às 11:29
Getty Images
FOTO: Getty Images
Leitura:

O Pix, nova modalidade de transação bancária feita pela internet, só estará válida para uso dos correntistas a partir do dia 16 de novembro. Mas, desde o dia 5 de outubro, os bancos já solicitam que as pessoas façam um pré-cadastro para que o processo ande mais rápido e os clientes conheçam a plataforma. O problema é que, mesmo sem ainda estar no ar, muitas pessoas já estão aplicando golpes e fazendo com que usuários de aplicativos de bancos tenham seus dados pessoais disponibilizados para fraudadores.

Sobre o que fazer para não cair no golpe do PIX, o chefe de comunicação da Polícia Federal de Pernambuco, Giovani Santoro, falou que é preciso sempre estar atento.

“Muitas pessoas estão caindo nos golpes. Esse é um ambiente propício que os falsários utilizam. As pessoas estão recebendo nos emails, Whatsapp, links que, ao clicar neles, possa fazer esse cadastro. As pessoas precisam ficar atentas, só deve fazer o cadastro para utilizar o Pix através do aplicativo oficial do banco ou no site da instituição bancária. Se fizer fora desses lugares a pessoa irá correr o risco de ter todos os dados roubados pelos bandidos”, explicou.

Segundo Giovani, o segredo para não cair nos golpes é prevenir e não clicar em links desconhecidos.

“A informação é o melhor mecanismo para que as pessoa não caiam nesses golpes. Então, se a pessoa não sabe que clicando naquele link, é de um site ou uma instituição financeira confiável, é não clicar. Nenhum banco e instituição financeira se comunica através desses links”, afirmou.


Mais Lidas