PANDEMIA

Pernambuco registra quase 2 mil casos da covid-19 em 24h


Governo e autoridades sanitária têm reforçado constantemente a necessidade de respeitar as medidas sanitárias de prevenção à covid-19

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 21/01/2021 às 13:57
Bobby Fabisak/ JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

A chegada da vacina contra a covid-19 para uma parcela pequena da sociedade foi um sopro de esperança, mas a pandemia ainda não acabou. Nesta quinta-feira (21), Pernambuco registrou quase 2 mil casos da doença. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), foram confirmados mais 1.985 infectados. Entre os confirmados nesta quinta, 55 (3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.930 (97%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 246.799 casos confirmados da doença, sendo 30.492 graves e 216.307 leves.

Óbitos

Também foram confirmados 35 óbitos, ocorridos entre os dias 29/10/2020 e 20/01/2021. Com isso, o Estado totaliza 10.133 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Pernambuco suspende eventos e ameaça fechar parques

Durante coletiva de imprensa online, realizada nesta quarta-feira (20), o Governo de Pernambuco anunciou a suspensão de eventos sociais e corporativos. A determinação ocorre poucos dias após o estado ultrapassar a marca de 10 mil mortes causadas pela covid-19. Além disso, os casos de infectados têm se mantido em um patamar alto, o que preocupa as autoridades sanitárias.

A medida passa a valer a partir do dia 25 de janeiro e terá prazo de 30 dias. São considerados eventos sociais festas de aniversário, casamentos, batizados, formaturas e similares. No dia 6 de janeiro, o Governo do Estado havia anunciado a proibição de eventos com mais de 150 pessoas. Antes, eram permitidas até 300 pessoas.

Na semana passada, o secretário Estadual de Saúde, André Longo, ameaçou, durante coletiva de imprensa online, fechar as praias de Pernambuco. Nesta quarta-feira, a ameaça de fechamento foi destinada aos parques das cidades.

Ele justificou que essa é uma possibilidade analisada pelo comitê de enfrentamento à covid-19 diante do aumento de 5,3% nos pedidos de internação em leitos de terapia intensiva (UTI), no Estado, dedicados a casos suspeitos e confirmados da covid-19. Segundo o secretário, 1 mil pacientes estão internados nas UTIs públicas e privadas de Pernambuco.

Longo pediu rigidez das prefeituras para fiscalizar os parques das cidades.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Mesmo com o início da vacinação contra a covid-19, é importante manter as medidas. Entre elas estão:

- Usar máscara em ambientes compartilhados

- Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.

- Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

- Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

- Evitar contato próximo com pessoas doentes.

- Ficar em casa quando estiver doente.

- Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

- Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

- Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
- Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.


Mais Lidas