Acidentes

Mais de 80 mortes: Descubra qual a estrada mais perigosa de Pernambuco e redobre os cuidados ao dirigir por ela

Levantamento feito pela CNT, mostra quais estradas são as mais perigosas do país. BR-232 deixou mais de 80 mortos em PE

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 02/02/2021 às 11:36
Polícia Militar Rodoviária/ Divulgação
FOTO: Polícia Militar Rodoviária/ Divulgação
Leitura:

A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou um estudo que mostra quais as estradas mais perigosas do país. Somente em 2020, 14 pessoas morreram por dia em acidentes em estradas federais brasileiras. No Nordeste, foram 13.856 acidentes no ano passado. Mas e, em Pernambuco, qual a estrada que registra o maior número de acidentes com mortes?

Segundo o levantamento da CNT, que tomou por base dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Pernambuco teve 2.557 registros de ocorrências em estradas federais em 2020. Agora, a BR-232 é a mais letal do Estado. Na rodovia, importante por ligar a capital e o interior, 83 pessoas morreram em acidentes fatais no ano passado.

Acidentes em Pernambuco

Em Pernambuco, dos 2.557 acidentes registrados no ano passado, 2.006 acabaram com pessoas mortas ou feridas. Na média, é como se, a cada 100 quilômetros de rodovia, fossem registrados 93 acidentes de trânsito. Além disso, 16% dos acidentes têm vítimas fatais. Isto é um pouco maior do que a média de vítimas fatais no Nordeste. Na região, 15% dos acidentes registram vítimas fatais.

“Reduzir o número e a gravidade dos eventos rodoviários é promover o transporte no País, com benefícios claros à economia e à sociedade. Assim, desenvolver ações voltadas à melhoria das condições viárias, à capacitação dos motoristas e à segurança veicular são a melhor estratégia para a superação desse grave problema”, disse o presidente da CNT, Vander Costa.

Destaques

Segundo o Dnit, dos mais de 1,7 milhão de quilômetros de estradas existentes no Brasil, menos de 100 mil são pavimentadas. A maioria das mortes (54,8%) acontecem entre sexta-feira e domingo. Maior parte dos acidentes com vítimas são do tipo colisão. 81,8% dos mortos são homens. No Brasil, as BRs 116 e 101 são as que mais matam e os estados do Maranhão, Tocantins, Bahia, Piauí e Alagoas são os que registram os acidentes mais graves.

Mais Lidas