Pandemia do novo coronavírus

Projeto pretende conceder crédito e parcelamento de dívidas em até 120 vezes para o setor cultural

Projeto de Lei é de autoria do deputado federal Felipe Carreras (PSB-PE)

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 16/02/2021 às 11:45
Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

Um Projeto de Lei do deputado Felipe Carreras (PSB-PE) quer conceder crédito e parcelar dívidas de membros do setor de eventos, atingidos pela crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com pesquisa feita pelo Sebrae, 98% da categoria foi sentiu efeitos negativos na economia devido à pandemia.

“Se existia alguma dúvida sobre qual a atividade econômica mais prejudicada, agora, todos tem certeza que é o setor de eventos. O Projeto de Lei cria uma expectativa de amenizar o sofrimento. Amenizar porque muita gente já quebrou, e quem está querendo voltar não tem a menor perspectiva. o governo federal não tem tido um comportamento que a população gostaria”, analisou o deputado em entrevista ao Passando a Limpo na manhã desta terça-feira (16).

Carreras explicou que o setor é bastante importante para o país. “É um setor que gera 600 mil empregos diretos e 2 milhões indiretos. A gente fala com músicos, com quem trabalha com som e iluminação, quem promove convenções turísticas. Deixa de trabalhar gente de limpeza, de decoração, porteiro, segurança, é muita gente que está parada. O Estado brasileiro tem de dar a mão”, afirmou.

Se aprovado, o projeto deve criar medidas como a concessão de crédito, parcelamento de dívidas em até 120 parcelas e desoneração fiscal para o setor. “Não é perdão de dívidas, é parcelamento porque tem gente que está há um ano sem faturamento”, esclareceu o deputado.

Confira a entrevista na íntegra:

Mais Lidas