Mãe denuncia ex-companheiro por agredir bebê recém-nascido; criança passou 11 dias internada

Segundo médicos, o bebê sofreu um traumatismo craniano, que deixou sequelas

VIOLÊNCIA
Mãe denuncia ex-companheiro por agredir bebê recém-nascido; criança passou 11 dias internada

Quando mãe e filho foram agredidos, o bebê tinha apenas 29 dias de nascido. - Foto: Reprodução/TV Jornal

A mãe de um bebê, moradora do Recife, denuncia que seu ex-companheiro e pai da criança tenha agredido ela e o filho, durante uma briga do casal. Quando o fato aconteceu, o bebê tinha apenas 29 dias de nascido. De acordo com ela, o agressor chegou a levar o bebê e, meia hora depois, devolveu a criança, ainda sem sentidos. 

O bebê passou onze dias internado, dos quais sete foram na UTI do Hospital da Restauração, na área central do Recife. A mulher prestou queixa à polícia. Nesta quarta-feira (3), com quase três meses de idade, a criança, que sofreu um traumatismo craniano, segundo os médicos, ficou com sequelas e apresenta dificuldades motora, de visão e teve a audição comprometida.

>>>Bebê de apenas 10 meses morre vítima da covid-19 no Agreste de Pernambuco

Confira na reportagem

IML

A mãe e o bebê passaram por exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), e a criança vai precisar realizar exames complementares para atestar a extensão das lesões.

Prisão

O ex-companheiro, um pedreiro de 20 anos, fugiu depois da agressão. Ele foi preso na última sexta-feira (26), por força de um mandado de prisão expedido contra ele por lesão corporal gravíssima, por causa das sequelas deixadas na criança e pela Lei Maria da Penha. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.