Após cumprir quarentena, suspeito de matar Patrícia Roberta é transferido para presídio em João Pessoa

Assassinato da jovem de Caruaru Patrícia Roberta, de 22 anos, no final do mês de abril, teve grande repercussão em Pernambuco e na Paraíba

JUSTIÇA
Após cumprir quarentena, suspeito de matar Patrícia Roberta é transferido para presídio em João Pessoa

Jonathan Henrique está preso desde o dia 27 de abril - Foto: Reprodução/Divulgação/Polícia Militar

Após cumprir quarentena devido à pandemia da covid-19 na Central de Polícia, o principal suspeito de matar a jovem pernambucana Patrícia Roberta, de 22 anos, Jonathan Henrique, foi encaminhado à Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Róger, em João Pessoa, na Paraíba. Segundo o Portal T5, a transferência foi realizada no último sábado (8).

Jonathan passou 14 dias isolado na Central. Ele agora passará pelo período de reconhecimento e depois será destinado a uma das celas do Presídio Róger. O período deve ser de cinco dias. Até lá, o suspeito não terá contato com os demais presos.

 

>> Caso Patrícia Roberta: Suspeito diz ter usado drogas e não lembrar o que aconteceu

>> Policiais que prenderam suspeito de matar pernambucana são condecorados na Paraíba

>> Polícia não descarta assassinato relacionado ao ocultismo; saiba o que é

 

Relembre o caso  

A jovem Patrícia Roberta Gomes da Silva, de 22 anos, foi encontrada morta na terça-feira (27/04). Segundo a família, Patrícia saiu de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, na sexta-feira (23/04), por volta das 17h, para encontrar um amigo em João Pessoa, capital da Paraíba. O último contato da jovem com os pais foi às 12h do domingo (25/04).

Patrícia havia informado aos familiares que retornaria na segunda-feira (26/04), mas os pais acharam estranho a falta de contato da jovem, desde o domingo (25/04), já que eles se falavam sempre, desde que a jovem saiu de casa, na sexta-feira (23/04).

O principal suspeito pelo assassinato da pernambucana Patrícia Roberta Gomes, de 22 anos, passou por audiência de custódia, nesta quarta-feira (28/04), em João Pessoa, e teve a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.

Jonathan Henrique Conceição dos Santos, de 23 anos, foi preso em flagrante, na terça-feira (27/04), pelos crimes de feminicídio e destruição, subtração ou ocultação de cadáver. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

Em audiência de custódia, realizada no dia 28 de abril, a juíza Virgínia de Lima Fernandes converteu a prisão em flagrante de Jonathan Henrique dos Santos para prisão preventiva.

 

>> Veja os desenhos macabros encontrados no apartamento de suspeito de matar pernambucana

>> Lista com nomes de mulheres, incluindo Patrícia Roberta, é achada no apartamento do suspeito de matar jovem de Caruaru

 

O suspeito de matar a jovem caruaruense não quis a presença do advogado na audiência que foi realizada de forma remota, sendo representado pela defensoria pública. 

A juíza ainda revelou que Jonathan Henrique dos Santos afirmou que tinha usado LSD, maconha e bebida alcoólica, e, por causa disso, não recorda bem o que tinha acontecido durante o final de semana. Ele vai passar 14 dias na carceragem da polícia e ao fim deste período, será encaminhado ao Presídio do Roger, em João Pessoa, para cumprir a prisão preventiva.

Cronologia do caso Patrícia Roberta

Dias antes do crime: Patrícia pede ajuda a uma prima para comprar passagem para João Pessoa, na Paraíba, e diz que vai se encontrar com o amigo.

Sexta-feira (23/04/2021): A jovem saiu de casa na sexta-feira (23). Antes de seguir para João Pessoa, ela passou pelo Recife. 

Domingo (25/04/2021): Patrícia envia mensagem para a mãe dizendo que estava trancada no apartamento do amigo. Depois, em outra mensagem, ela diz que estava tudo bem, mas para de responder as mensagens da mãe.

Segunda-feira (26/04/2021): Patrícia deveria voltar para casa na segunda-feira, no entanto, não aparece nem dá notícias. 

Terça-feira (27/04/2021) - Madrugada: Vizinhos do suspeito ligam para a Polícia informando que viram o homem com um material suspeito, que parecia com um corpo. 

Terça-feira (27/04/2021) - Tarde: O corpo de Patrícia é encontrado em um matagal a dois quilômetros de distância da residência do principal suspeito. 

Terça-feira (27/04/2021) - Noite: Suspeito de matar a jovem, Jonathan Henrique dos Santos foi preso em uma casa em João Pessoa. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.