JUSTIÇA

Agnaldo Timóteo: herança de R$ 16 milhões, filha adotiva e briga de irmãos para anular testamento


O cantor Agnaldo Timóteo faleceu no início de abril deste ano em decorrência de complicações causadas pela covid-19

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 12/05/2021 às 15:30
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

Além da dor da perda, a filha adotiva de Agnaldo Timóteo, Keyty Evelyn, uma adolescente de 14 anos, luta para receber a herança deixada pelo cantor, que morreu por complicações da covid-19 no dia 3 de abril, aos 84 anos.

Um mês antes de falecer, o artista fez um testamento deixando metade do seu patrimônio, avaliado em R$ 16 milhões, para a garota. A adolescente, que se tornou sua maior herdeira, foi criada pelo cantor desde os 2 anos de idade. Os outros 50% da herança de Agnaldo Timóteo deveriam ser divididos entre dois afilhados (10% cada um) e dois dos seus seis irmãos.

O cantor nomeou como inventariante e também tutor da menina em sua ausência o seu advogado, Sidney Lobo Pedroso, amigo de Agnaldo há 45 anos.

Entre os bens deixados pelo cantor estão uma casa na Barra da Tijuca, um apartamento em Vila Valqueire, ambos na Zona Oeste do Rio, um imóvel em São Paulo, uma sala comercial em Copacabana, além de alguns carros e direitos autorais.

Adoção não concluída

A adoção de Keyty não chegou a ser formalizada enquanto Agnaldo ainda estava vivo. No fim de 2020, após sofrer um AVC e ficar quase dois meses internado em São Paulo, ele solicitou a Sidney que desse entrada no processo de adoção, o que ocorreu em janeiro.

Agnaldo enviou um vídeo, no dia 23 de dezembro de 2020, para Sidney Lobo. Na filmagem, ele pede que seu advogado legalize oficialmente Keyty como sua filha e a cita como sua herdeira.

"Dr. Sidney, essas fotos que eu mandei para você, são da minha filha, que eu adoro desde março de 2008, quando a conheci, na porta do meu gabinete, ao lado da mãe, quando eu era vereador em São Paulo. Preciso legalizá-la para que ela seja Keyty Evelyn Timóteo. Ela já tem um documento como minha herdeira, mas quero que ela seja minha filha oficial. Gostaria que você providenciasse tudo. Ela é a razão da minha vida”, disse o cantor nas imagens (assista abaixo).

A ação da adoção da menina corre em segredo de justiça em São Paulo. O Ministério Público, provisoriamente, já deu um parecer favorável para a guarda da adolescente, determinando que o advogado do cantor seja o tutor de Keyty, conforme o desejo de Agnaldo em testamento.

Família contesta decisão

Os irmãos de Agnaldo Timóteo, no entanto, alegam que o cantor estava confuso na época em que fez o vídeo, e pedem a anulação do testamento. A irmã Ruthinete chegou a apresentar uma declaração de um médico em que diz que o cantor estava desorientado, sem ter como responder pelos seus atos. Ela ainda pediu que fosse nomeada inventariante do cantor, mas a Justiça negou.

Destino da garota

Atualmente, Keyty está em São Paulo com avó materna. Segundo o jornal Extra, uma amiga do artista, que frequenta a casa dele há 25 anos, relatou que a irmã de Agnaldo disse, após a morte do músico, que "Keyty tinha vindo do lixo, e pro lixo ia voltar".

O sobrinho e ex-assessor de Agnaldo Timóteo, Timotinho, também contou o jornal que Keyty nunca foi aceita pelos irmãos do cantor. Ele alertou ainda para o fato de que se Ruthinete conseguir anular o testamento e for concedido a adoção póstuma da menina, a garota poderá herdar 100% dos bens do artista, e não só a metade.

Debate da Rádio Jornal

Em debate na Rádio Jornal, no dia 8 de janeiro de 2021, Agnaldo Timóteo ocasião, falou sobre a filha Keyty. Foi a última participação do cantor na programação da rádio. Ouça:

Morte de Agnaldo Timóteo

O cantor Agnaldo Timóteo
O cantor Agnaldo Timóteo
Foto: Reprodução/Internet

O cantor e compositor Agnaldo Timóteo morreu no dia 3 de abril. O artista estava internado com covid-19 desde o dia 17 de março hospital Casa São Bernardo, unidade particular na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. De acordo com amigos, ele chegou a melhorar durante o período no hospital.

Agnaldo foi intubado no dia 28 de março. O cantor havia recebido a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, mas médicos explicam que ninguém fica completamente imune antes de receber as duas doses da fórmula.

"É com imenso pesar que comunicamos o falecimento do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do Covid-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu!”, escreveu a família em nota.


Mais Lidas