PANDEMIA

Aglomeração em festa do título: Náutico é autuado pelo Procon por descumprir decreto estadual; veja vídeo


Clube Náutico Capibaribe desrespeitou medidas sanitárias durante comemoração do título do Campeonato Pernambucano, neste domingo (23)

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 24/05/2021 às 8:43
Divulgação/ Procon
FOTO: Divulgação/ Procon
Leitura:

O Procon Pernambuco autuou o Clube Náutico Capibaribe por descumprimento do decreto estadual que está em vigor e que restringe atividades a fim de controlar as infecções pela covid-19.

Durante a comemoração da vitória do Campeonato Pernambucano, neste domingo (24), o Clube Náutico Capibaribe foi autuado por descumprir as normas do Governo.

Cerca de 100 pessoas constavam no primeiro andar da sede do clube, no bairro dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, onde acontecia uma festa com comidas e bebidas. Não havia distanciamento social, muito menos os presentes usavam máscaras.

>> Governo estende medidas restritivas em Pernambuco; saiba até quando decreto será válido

>> Ouça a narração dos gols e as cobranças de pênaltis do título do Náutico na voz de Roberto Queiroz

>> 'Nos dois jogos, nós atropelamos', diz Hélio dos Anjos após título do Náutico

Veja vídeo:

Autuações em todo o Estado

Em mais um final de semana de fiscalização, neste domingo (23), equipes do Procon Pernambuco fiscalizaram 50 estabelecimentos no Recife e nas cidades de Santa Cruz do Capibaribe, Bezerros e São Bento do Una, no Agreste do Estado. Duas churrascarias, uma barbearia, um clube e seis bares foram autuados, destes, três também foram interditados pelo órgão.

O Bar Esquina do Petisco Prime, localizado no Pina, Zona Sul do Recife, foi interditado pelos fiscais que se depararam com música ao vivo, consumidores circulando sem o uso de máscara na área externa do bar, falta de distanciamento das mesas, além de constatar que funcionários atendiam sem o uso de máscara.

“A situação é de emergência e é preciso que todos estejam engajados. Caso contrário, a pandemia não cessará. As fiscalizações irão continuar a fim de coibir práticas que desculpam os protocolos sanitários”, alertou o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Também na Zona Sul, no bairro do Jordão, o Me Confessando Bar foi autuado e interditado pelo Procon-PE e Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária. Passava das 19 horas quando a equipe constatou o estabelecimento descumprindo o horário permitido pelo decreto do Governo do Estado.

Já no Agreste do Estado, o Bar da Galinha, em Bezerros, foi interditado por causar aglomeração e por funcionamento fora do horário permitido. No local, consumidores e proprietário não faziam o uso correto da máscara. Em São Bento do Una, no Distrito de Pimentas, uma partida de futebol com mais de 50 pessoas foi encerrada.

Balanço

Até o momento, 160 estabelecimentos foram fiscalizados no Agreste. As operações são divididas por três equipes, e contam com o apoio das gestões municipais, Corpo de Bombeiros, Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) e Polícia Militar.


Mais Lidas