investigação

Perito analisa fotos e diz que Lázaro Barbosa foi morto com mais de 20 tiros de pistola e fuzil

A análise foi feita a pedido do EXTRA, mas só o laudo oficial pode confirmar os disparos no 'serial killer de Brasília'

Com informações do Extra
Com informações do Extra
Publicado em 28/06/2021 às 14:50
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

O criminoso Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto nesta segunda-feira (28) após troca de tiros com a polícia. De acordo com o perito Nelson Massini, professor titular de Medicina Legal da UERJ, o 'serial killer de Brasília' levou mais de 20 disparos de pistola e fuzil, sendo todos efetuados a distância. Ele analisou as fotos do corpo do criminoso a pedido do EXTRA. Na cabeça, segundo o perito, foram três tiros de fuzil.

''Acho que tem as duas armas. No peito, dá impressão de pistola. Mas, na cabeça, pelo estrago, foi o que chamamos de projétil de alta energia'', explicou Nelson Massini ao EXTRA.

>>> LEIA carta que teria sido deixada por Lázaro, dizendo que não se entregaria e relatando difícil relação com pai.

Vale lembrar que apenas embora o laudo oficial pode apontar exatamente o número de vezes que o Lázaro Barbosa foi alvejado no confronto com agentes da força-tarefa criada para procurá-lo. O criminoso chegou a ser encaminhado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

'CPF cancelado', diz Jair Bolsonaro

Após o Governo de Goiás ter confirmado, junto com à polícia, a morte de Lázaro Barbosa, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma postagem em suas redes sociais e classificou como "heróis" os policiais militares que participaram da caçada de 20 dias ao assassino.

> Com rosto coberto, Lázaro Barbosa é arrastado por policiais e arremessado em veículo; veja vídeo

Inicialmente, Jair Bolsonaro tinha publicado apenas uma mensagem curta: "LÁZARO: CPF CANCELADO!". Em seguida, enalteceu os policiais e parabenizou os agentes pela morte do assassino. A expressão "CPF cancelado" foi popularizada pelo apresentador de televisão Sikêira Júnior.

 

Mais Lidas