Política

Manifestantes contra Bolsonaro usam bandeira do Brasil e querem acabar com ideia de que verde e amarelo é apenas de bolsonaristas

Em protesto contra Bolsonaro neste sábado (3), no Recife, bandeiras do Brasil foram carregadas por vários manifestantes

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 03/07/2021 às 12:34
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Até pouco tempo vista apenas em manifestações pró-Jair Bolsonaro, a bandeira do Brasil começa a ser usada também por pessoas contrárias ao atual presidente da República. Neste sábado (3), por exemplo, manifestantes levaram o verde e amarelo para o protesto do centro do Recife e garantem que querem acabar com a hegemonia do uso do símbolo nacional por parte apenas de bolsonaristas.

No Recife, a bandeira do Brasil foi vista em vários ângulos, formatos e partes do protesto. Em uma imagem aérea feita nas proximidades de um shopping da Avenida Conde da Boa Vista, é possível ver uma grande bandeira sendo carregada por várias pessoas, além de outras menores levadas individualmente por outros manifestantes.

Alguns manifestantes também envolveram a bandeira no corpo, como uma espécie de manto ou capa. Um homem ergueu uma placa feita com papelão onde era possível ler: “Devolvam nossa bandeira”. O cartaz ainda mostrava uma suástica, apontando que o símbolo nazista seria a verdadeira bandeira de quem apoia o atual governo.

Manifestantes contra Bolsonaro usam bandeira do Brasil.
Manifestantes contra Bolsonaro usam bandeira do Brasil.
Felipe Ribeiro/JC Imagem
Manifestação contra Bolsonaro
Manifestação contra Bolsonaro
Felipe Ribeiro/JC Imagem

Em outros pontos do protesto, a bandeira do Brasil era carregada ao lado de panos pretos, fazendo referência ao luto por causa das vítimas da pandemia do novo coronavírus. Alguns manifestantes também colocaram a bandeira do país ao lado de símbolos de movimentos sociais e de partidos políticos. Essa é a segunda manifestação contra Bolsonaro no Recife em que os manifestantes usam a bandeira do Brasil de forma mais intensa. A primeira vez foi em 19 de junho passado.

>>> Veja mais fotos do protesto deste sábado, no Recife.

Bandeira

A bandeira do Brasil e a camisa da seleção começaram a ser bastante vinculadas ao movimento de direita por volta de 2015, quando foram usadas por manifestantes favoráveis ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Do outro lado, os manifestantes de esquerda, apoiadores de Dilma, usavam principalmente a cor vermelha, que é a cor do partido da ex-presidente.

Manifestação contra Bolsonaro
Manifestação contra Bolsonaro
Felipe Ribeiro/JC Imagem

Logo, as imagens se popularizaram e as cores também ajudaram a caracterizar de qual lado do espectro político cada pessoa estava. O presidente Jair Bolsonaro usou as cores do Brasil nas eleições de 2018 e os apoiadores dele começaram a dizer que “a nossa bandeira nunca será vermelha”.

Em São Paulo, a bandeira do Brasil começou a ser usada por manifestantes contra Bolsonaro em janeiro deste ano. "Os brasileiros estão tomando de volta este símbolo. A bandeira não pode ficar associada ao Bolsonaro”, disse Thaís Chaves, uma das organizadoras de protestos contra Bolsonaro na capital paulista, ao UOL.

Manifestantes usaram cartazes para protestar contra Bolsonaro
Manifestantes usaram cartazes para protestar contra Bolsonaro
Felipe Ribeiro/JC Imagem

"A gente não pode deixá-los [direita] tomar esses símbolos. Não podemos deixar que a bandeira seja do Bolsonaro. Ela é do Brasil, ela é do povo”, disse também ao UOL Matheus Carvalho Rezende, 22 anos, um participante de uma manifestação em São Paulo.

Artistas também defendem a bandeira

Nas manifestações de junho de 2021, alguns artistas também usaram a bandeira do Brasil. “A gente ficou com vergonha da nossa bandeira e do verde e amarelo como um todo. Precisamos recuperar esse símbolo”, disse o ator Paulo Betti ao jornal O Globo. Ele participou da manifestação no Rio de Janeiro.

Mais Lidas